Carregando...

Esporte

Cruzeiro finaliza regimentos e instaura comissão para viabilizar julgamentos de conselheiros e associados

O clube viabilizou a regulamentação que viabiliza o processamento e julgamento da conduta de Conselheiros e Associados.

Por Guilherme Souza

Na manhã desta sexta-feira (30), o Cruzeiro informou que foi finalizada a regulamentação que viabiliza o processamento e julgamento da conduta de Conselheiros e Associados do clube social.

O clube informa que além de finalizar os regimentos, também foi instaurada a Comissão Disciplinar, que trata sobre os associados dos clubes sociais, prevista no Estatuto, para o triênio 2021-2023. A Comissão Disciplinar, para apreciar a situação daqueles que não mais são Conselheiros, mas somente Associados, bem como da elaboração dos regimentos Comissão de Ética, Disciplina e Corregedoria.

Além da Comissão Disciplinar, será criada também a Comissão de Ética, que é presidida pelo desembargador José Eustáquio Lucas Pereira. Esta Comissão julgará os Conselheiros Natos, e criará os regimentos da Comissão de Ética de acordo com o Estatuto do clube. O principal objetivo é conduzir os processos envolvendo os Conselheiros Natos remunerados na gestão Wagner Pires de Sá. Além disto, a Comissão Disciplinar vai analisar os comportamentos dos Associados do clube, que também foram remunerados neste período.

Integrantes da Comissão de Ética: Daniel Simões de Carvalho, José Veloso Medrado, Aloísio Vasconcelos, Fernando Torquetti Junior (efetivos); Ruy Eduardo Cuba de Almada Lima, Clemenceau Chiabi Saliba Junior, Nilson Luiz Labruna, Sérgio Murilo Braga e Roberto Barra (suplentes).

Integrantes da Comissão Disciplinar: Francisco Carlos Mol da Silva, Geraldo Ferreira Tavares, Helton Robini, Herbert Moreira de Oliveira, Matheus Neiva Cruz, Miguel Arcanjo da Silva, Paulo Sávio Cunha Guimarães, Pedro Henrique Campos Guimarães, Rodrigo Lopes Bastos, Rodrigo Márcio Saldanha e Wantuir Pessoa Filho. 

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais