Carregando...

Esporte

Empresa presta esclarecimentos sobre auditoria no Atlético

A Kroll, empresa responsável pela auditoria realizada no Atlético, prestou esclarecimentos sobre vulnerabilidades identificadas.

Por Guilherme Souza

Foto: Bruno Cantini/Atlético


Na noite desta quarta-feira (28), o vice-presidente do Atlético, Lásaro Cândido da Cunha, se pronunciou através de sua conta no Twitter, para esclarecer fatos sobre acusações feitas em um possível relatório da Kroll, que acabou circulando nas redes sociais.

Nos documentos divulgados nas redes sociais, existem denuncias que indicam remunerações atribuídas ao dirigente.

Lásaro esclareceu que, em doze anos no clube, foi remunerado apenas durante um ano e sete meses. Além disso, o vice-presidente alega que tudo foi registrado com contrato, nota fiscal. O mandatário atleticano afirma ainda que, no restante do período no clube, que corresponde a cerca de dez anos, não recebeu qualquer tipo de remuneração.

Lásaro ainda afirmou que tomará providências sobre o caso.

“Eu só acho que é quase uma sacanagem fazer isso. Divulgar e-mails, inclusives particulares. Vou interpelar a Kroll para saber como ela teve acesso aos meus e-mails pessoais, apesar de lá não ter nada de errado, mas é minha vida.”, destacou o vice-presidente.

Na tarde desta quinta-feira (29), a Kroll divulgou uma nota oficial prestando esclarecimentos.

“A Kroll afirma que a investigação financeira realizada no Clube Atlético Mineiro teve como objetivo apontar irregularidades e vulnerabilidades, com base em documentos corporativos disponíveis na instituição.Nossas conclusões, enviadas confidencial e exclusivamente para uso interno, são subsídios para que o cliente busque sanar as vulnerabilidades identificadas, incluindo a falta de documentação para algumas transações.A Kroll é referência em investigação no segmento esportivo e lamenta a divulgação de informações sigilosas, fora do contexto do trabalho realizado”. 

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais