Carregando...

Esporte

Gerente de futebol do Corinthians indica não renovação com o zagueiro Jemerson

Contratos de Jemerson, Cazares e Otero estão perto do fim e não devem ser renovados pelo clube paulista em função de uma grave crise financeira.

Por Thais Santos

Foto: Divulgação/Corinthians

O Corinthians atravessa uma grave crise financeira, com uma dívida que se próxima de R$ 1 bilhão. Em entrevista coletiva realizada nesta sexta-feira, o diretor de futebol do clube, Roberto de Andrade e o gerente de futebol Alessandro Nunes, falaram sobre o momento crítico do clube e a necessidade de diminuir gastos.

Uma saída para controlar as despesas seria diminuir a folha salarial da equipe, isso incluiria abrir mão de atletas que tem um salário alto. Alessandro Nunes foi categórico ao falar das renovações dos ex-atleticanos Jemerson, Cazares e Otero, que estão com contratos perto do fim e custam caro aos cofres alvinegros:

“Não estamos tratando neste momento de nenhuma renovação. São atletas que temos total respeito pelo futebol, caráter e profissionalismo. O contrato é curto, mas ainda vigente. Parte comercial e renovação não tratamos neste momento. Estamos buscando diminuir custos no futebol. Se tivesse tratando de renovação expressiva agora, não teríamos reduzido os 25% neste momento. O momento é duro, difícil e precisamos ter bastante serenidade e segurança para fazer qualquer renovação.”

O Atlético assumiu recentemente ter interesse em contar com o zagueiro Jemerson de 28 anos, para a temporada 2021, mas a vinda do jogador dependeria da concorrência com outras equipes, sobretudo europeias. O defensor foi revelado pelo Galo em 2013, quando defendeu o clube em 5 oportunidades, em 2014 atuou em 36 jogos e marcou 2 gols e em 2015 jogou 59 partidas e marcou 6 gols antes de se transferir para o Monaco da França, clube que é dono dos direitos econômicos do jogador.

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais