Carregando...

Esporte

Palmeiras e América empatam e deixam semifinal em aberto para o jogo de volta

Os gols saíram no primeiro tempo, com Ademir, para o América, e Gustavo Gomez, para o Palmeiras. Na partida de volta, quem vencer levará a vaga para a final.

Por Vinícius Silveira

Foto: João Zebral/América

Palmeiras e América empataram em 1 a 1, no Allianz Parque, em São Paulo, e deixaram em aberto a classificação para a final da Copa do Brasil. O gol do Coelho foi anotado por Ademir. O alviverde paulista empatou com Gustavo Gomez.

Como na Copa do Brasil não existe mais o critério do gol marcado na casa do adversário, qualquer empate no próximo jogo, quarta-feira (30), às 21h30, no Independência, levará a definição do finalista para os pênaltis. Quem vencer, se classifica.

O América voltará a campo na Série B. No sábado, o Coelho receberá o CRB, no Independência, valendo pela 31ª rodada do Brasileirão.

AMÉRICA COMEÇA MELHOR E SAI NA FRENTE

No primeiro tempo, tudo mostrava que o Palmeiras iria começar melhor e fazer valer o mando de campo. No final das contas, o América mostrou porque é a grande surpresa da Copa do Brasil.

Com bom posicionamento defensivo e ofensivamente perigoso, o América criou a primeira grande chance com Ademir. Até então, o jogo estava equilibrado, e o Coelho abriu o placar aos 19 minutos. Após falha na saída de jogo por Emerson Santos, que deu a bola nos pés de Ademir, o camisa 10 colocou a bola nas redes de Weverton.

O gol foi importante para o América se estabilizar no jogo e fechar a marcação para cima do Palmeiras. Apesar de não jogar bem, o alviverde paulista criou oportunidades. A melhor delas com Gabriel Veron, que parou nas luvas de Matheus Cavichioli.

No final da etapa inicial, veio o empate palmeirense. Aos 48 minutos, Marcos Rocha bateu lateral para a grande área, e Gustavo Gomez não precisou subir muito, mas o suficiente para ganhar da defesa americana no cabeceio e deixar o tudo igual.

PALMEIRAS JOGA MELHOR, MAS NÃO APROVEITA

Na etapa final, o Palmeiras retornou com mais acertado e foi o melhor em campo. Criou diversas chances, mas parou nas defesas de Matheus Cavichioli.

Rony, Gustavo Scarpa e Luiz Adriano tiveram as melhores chances, mas faltou pontaria aos jogadores. Por outro lado, o América não repetiu a apresentação do primeiro tempo e foi muito pressionado durante os 45 minutos finais.

O Coelho fez o goleiro Weverton ser mero espectador do jogo, pois não teve nenhuma grande finalização. Nos minutos finais, as mexidas do técnico palmeirense Abel Ferreira fizeram o Palmeiras cair de produção.

O América começou a sair mais para o jogo, mas sem dar trabalho defensivo ao Palmeiras. O alviverde também não finalizou tanto, e ambos deixaram o campo com o placar empatado em 1 a 1.

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais