Carregando...

Seleção Brasileira

Imagem: Lucas Figueiredo/CBF

Brasil e Argentina decidem a Copa América no Maracanã

Brasil e Argentina jogam neste sábado (10), no Estádio Maracanã, às 21 horas. Para a seleção canarinho, vale o 13º título do torneio, enquanto os argentinos correm atrás do 15º caneco.

Por Vinícius Silveira

Chegou o dia da grande final da Copa América. Brasil e Argentina vão colocar a bola para rolar neste sábado (10), no Estádio Maracanã, às 21 horas. Para a seleção canarinho, vale o 13º título do torneio, enquanto os argentinos correm atrás do 15º caneco.

Para os brasileiros vale a defesa do título conquistado em 2019, após vitória sobre o Peru, por 3 a 1. Já pelo lado argentino, a conquista da Copa América tem dois fatores importantes: o primeiro é que a Argentina não ganha um título oficial desde 1993, e segundo é que os 'Hermanos' têm a segunda chance de faturar uma taça em solo brasileiro. Antes, teve a oportunidade de ser campeã do mundo em 2014, mas perdeu para a Alemanha, por 1 a 0.

Um jogador em especial tem grande interesse no título. O meia Lionel Messi, diversas vezes premiado como melhor jogador do mundo, e também multicampeão pelo Barcelona, nunca ganhou um título defendendo a seleção argentina.

Outro ingrediente que torna a partida mais chamativa é o retorno do público ao estádio. A Prefeitura do Rio de Janeiro, a pedido da Conmebol, liberou 10% do Maracanã para receber público. No total, 4.400 ingressos foram cedidos para convidados, sendo que cada seleção tem direito a 2.200 entradas.

Tite pode repetir equipe para a final

Após realizar variações no time brasileiro durante a primeira fase, o técnico Tite deve manter a mesma formação do jogo contra o Peru para a decisão contra a Argentina.

O único desfalque fica com Gabriel Jesus, expulso contra o Chile, e que pegou dois jogos de suspensão pela Conmebol. Além do atacante, o técnico Tite já adiantou que dificilmente contará com Alex Sandro na lateral-esquerda, e manterá Renan Lodi no setor.

Scalioni levará dúvidas para os vestiários

Mesmo sem ter desfalques por suspensão ou lesão, o técnico Lionel Scalioni tem dúvidas quando a formação que levará à campo contra o Brasil.

Na lateral-direita, Montiel e Molina disputam a vaga. Na esquerda, Tagliafico e Acuña duelam no setor. No meio-campo, é forte a disputa entre Paredes e Guido Rodriguez. Nas demais posições, o time não deve ter alterações em relação ao jogo contra a Colômbia.

Escalações

Brasil: Ederson; Danilo, Thiago Silva, Marquinhos e Renan Lodi; Casemiro, Fred e Lucas Paquetá; Everton, Neymar e Richarlison. Técnico: Tite

Argentina: Emiliano Martínez; Molina (Montiel), Otamendi, Pezzela e Tagliafico (Acuña); Paredes (Guido Rodriguez), Rodrigo de Paul e Lo Celso; Lionel Messi, Lautaro Martínez e Nicolás González. Técnico: Lionel Scalioni

Arbitragem: Esteban Ostojich apita o jogo. Carlos Barreiro e Martin Soppi são os auxiliares. Andres Lopes será o Árbitro de Vídeo. Todos do Uruguai. 

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais