Seleção Brasileira

  1. Esporte
  2. Seleção Brasileira
  3. Em noite de golaços, Brasil atropela o Paraguai no Mineirão
Imagem: Lucas Figueiredo/CBF

Em noite de golaços, Brasil atropela o Paraguai no Mineirão

A Seleção Brasileira manteve a invencibilidade e a liderança isolada nas Eliminatórias da América do Sul para a Copa do Mundo do Qatar.


Por Guilherme Souza

Depois de mais de dois anos, a Seleção Brasileira voltou a atuar em Belo Horizonte. Na noite desta terça-feira, pelas Eliminatórias da América do Sul, o Brasil derrotou o Paraguai, no Mineirão, por 4x0. Os gols foram anotados por Raphinha, Philippe Coutinho, Antony e Rodrigo.

Com a goleada, o Brasil manteve a vantagem de quatro pontos na liderança. A equipe comandada por Tite soma 39 pontos. Além disso, a invencibilidade foi mantida – são 12 vitórias e 3 empates nos 15 jogos disputados.

BRASIL DOMINA O PRIMEIRO TEMPO E DESPERDIÇA CHANCES

O Brasil começou avassalador pra cima dos paraguaios. Logo no primeiro minuto, Daniel Alves cobrou lateral para Matheus Cunha, que fez o pivô e a bola sobrou para Raphinha, que chutou cruzado e a bola bateu na trave antes de morrer no fundo das redes. No entanto, o VAR assinalou toque de mão do jogador brasileiro, anulando o gol depois de cinco minutos de análise.

A pressão era grande e o Brasil alugava o campo de ataque do Paraguai, que não conseguia respirar no jogo.

Aos dezesseis, Matheus Cunha entregou para Vini Júnior, que cruzou para a área. Raphinha apareceu livre na segunda trave e acabou pegando errado na bola, mandando por cima e perdendo um gol incrível.

O gol brasileiro estava maduro. Aos vinte e sete, Raphinha recebeu um belíssimo lançamento de Marquinhos, dominou na área e bateu de perna esquerda para inaugurar o marcador no Mineirão.

A primeira bola na rede tirou um peso enorme do Brasil na partida. Sem a ansiedade, a equipe se soltou e, com grande atuação de Vinicius Júnior, o Brasil jogava de pé em pé.

No último lance da primeira etapa, após bola alçada na área, Matheus Cunha quase ampliou de coxa. A bola foi por cima do gol.

SEGUNDO TEMPO DE GOLAÇOS

O Brasil voltou fervendo para o segundo tempo. Logo no terceiro minuto, Marquinhos lançou Vinícius Júnior, que balançou e cruzou para Raphinha. O atacante acertou a trave paraguaia, em um ‘pecado do futebol’.

A pressão prosseguiu. Na sequência, Vini achou Alex Telles na ponta esquerda. O lateral cruzou para Matheus Cunha, mas ele acabou cabeceando de cima para baixo, sem direção.

O gol mais bonito da noite foi reservado para o minuto dezesseis da segunda etapa. Philippe Coutinho recebeu de Marquinhos, dominou e soltou a bomba da entrada da área. Golaço no Mineirão.

Mas o Brasil guardou o show para o fim da partida. Aos trinta e oito, Daniel Alves soltou a bomba para ótima defesa de Antony Silva. No entanto, era apenas uma amostra do que viria na sequência. Aos quarenta, Antony, mas o do Brasil, recebeu de Everton Ribeiro e chutou cruzado, no ângulo do goleiro paraguaio. Um golaço!

Aos quarenta e dois, Rodrygo deu números finais ao massacre. Bruno Guimarães tirou do goleiro e deixou o atacante livre para completar para o fundo das redes   

 

Colunistas

Carregando...

Enquete

Carregando...

Saiba mais