Carregando...

Seleção Brasileira

Imagem: Lucas Figueiredo/CBF

La Liga apoia clubes que proibiram convocados de se apresentarem a seleções

Liga Espanhola engrossa coro da Premier League e proibe jogadores de se apresentarem as seleções sul-americanas

Por Vinícius Silveira

Após a Premier League, liga que organiza o Campeonato Inglês proibir os jogadores convocados de se apresentarem para as seleções que disputam as Eliminatórias, com medo de contaminação por Covid-19, agora foi a vez da La Liga “engrossar o coro” e se manifestar sobre o assunto.

A La Liga, organização que gerencia do Campeonato Espanhol aceitou a decisão dos clubes de não liberar os atletas para se apresentarem aos selecionados nacionais que disputam as Eliminatórias Sul-Americanas. 

No momento são 25 jogadores de 13 clubes diferentes, número que poderá ser ampliado quando forem anunciadas as convocatórias para o Equador e a Venezuela. A associação espanhola entende que o calendário mundial não pode e não deve ser modificado desta forma, especialmente quando existem soluções alternativas”, conforme divulgado a nota oficial da entidade.

Com as proibições da Premier League e da La Liga, a Seleção Brasileira pode ter até 11 desfalques na convocação original. São eles:

Goleiros: Alisson (Liverpool) e Ederson (Manchester City)

Zagueiros: Thiago Silva (Chelsea) e Éder Militão (Real Madrid)

Meio-campistas: Casemiro (Real Madrid), Fabinho (Liverpool) e Fred (Manchester United)

Atacantes: Roberto Firmino (Liverpool), Raphinha (Leeds), Gabriel Jesus (Manchester City) e Richarlison (Everton).

Para suprir os desfalques, uma das alternativas do técnico Tite seria a convocação de jogadores que atuam no Brasil, aumentando o número de atletas convocados, que hoje são cinco: Weverton (Palmeiras), Guilherme Arana (Atlético), Daniel Alves (São Paulo), Everton Ribeiro e Gabriel (Flamengo). 

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais