Carregando...

Seleção Brasileira

Imagem: Lucas Figueiredo/CBF

Série A da Itália não libera jogadores e aumenta desfalques da Seleção Brasileira

Com as proibições da Premier League, La Liga e Série A da Itália, a Seleção Brasileira pode ter até 14 desfalques na convocação original.

Por Vinícius Silveira

Após a Premier League e a La Liga não liberarem atletas dos clubes filiados para os jogos da Data Fifa, nesta quarta-feira (25), foi a vez da Série A da Itália não ceder atletas convocados para as seleções sul-americanas.

A medida impactará novamente na convocação do técnico Tite para os jogos das Eliminatórias para a Copa do Mundo em setembro, contra Chile (2), Argentina (5), e Peru (9). Dos jogadores que atuam na Itália, o treinador brasileiro ficaria sem os laterais Danilo e Alex Sandro, ambos da Juventus.

“A Liga Nacional Profissional Serie A anuncia que, por ocasião da janela da FIFA em setembro de 2021, apoiará a decisão de seus clubes de não liberar os jogadores convocados pelas seleções para jogar em países que, ao voltarem para a Itália, está previso isolamento social em conformidade com as disposições da lei em vigor com relação ao vírus SARS-Cov-2.

Caso contrário, a decisão da FIFA de não estender as exceções à convocação para países onde há uma obrigação de quarentena no retorno (circular da FIFA 1749) e as várias limitações relacionadas à propagação da pandemia criariam disparidades competitivas para as equipes que permitem seus membros a viajarem para estes países”, conforme diz a nota divulgada pela Série A.

O presidente da FIFA, Gianni Infantino já havia pedido as ligas e seus clubes para liberarem os atletas para os jogos da Data Fifa. Na ocasião, somente a Premier League e a La Liga haviam se manifestado contra a liberação de atletas convocados para as seleções sul-americanas.

Peço uma demonstração de solidariedade de cada associação que faz parte da Fifa, cada liga, cada clube, para fazer o que é correto e justo para o futebol mundial. Muitos dos melhores atletas do mundo competem nas ligas da Inglaterra e da Espanha. Acreditamos que esses países também dividem a responsabilidade de preservar e proteger a integridade esportiva das competições pelo mundo”.

Com as proibições da Premier League, La Liga e Série A da Itália, a Seleção Brasileira pode ter até 14 desfalques na convocação original. São eles:

Goleiros: Alisson (Liverpool) e Ederson (Manchester City)

Laterais: Danilo e Alex Sandro (Juventus)

Zagueiros: Thiago Silva (Chelsea) e Éder Militão (Real Madrid)

Meio-campistas: Casemiro (Real Madrid), Fabinho (Liverpool) e Fred (Manchester United)

Atacantes: Roberto Firmino (Liverpool), Raphinha (Leeds), Gabriel Jesus (Manchester City), Richarlison (Everton) e Matheus Cunha (Atlético de Madrid).

Para suprir os desfalques, uma das alternativas do técnico Tite seria a convocação de jogadores que atuam no Brasil, aumentando o número de atletas convocados, que hoje são cinco: Weverton (Palmeiras), Guilherme Arana (Atlético), Daniel Alves (São Paulo), Everton Ribeiro e Gabriel (Flamengo). 

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais