98 Live - Logo
  1. News
  2. Cidades
  3. Alunos vão retornar para as escolas municipais de BH em 3 de maio, diz prefeitura

Alunos vão retornar para as escolas municipais de BH em 3 de maio, diz prefeitura

Na segunda-feira, 26, os professores são aguardados para preparar o ambiente escolar para a chegada dos alunos. Educadores decretaram paralisação

Por João Henrique do Vale - Cidades21/04/2021
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

As crianças de 0 a 5 anos vão voltar para as escolas municipais de Belo Horizonte para as aulas presenciais em 3 de maio. A data foi divulgada pela prefeitura nesta quarta-feira. De acordo com a administração municipal, na próxima segunda-feira as unidades estarão abertas para receber outros entes da comunidade escolar, como professores e diretores, que irão organizar o espaço para receber os estudantes. Além disso, será feita uma pesquisa com as famílias para verificar quantos alunos vão voltar. 

Por meio de nota, a Secretaria Municipal de Educação informou que os trabalhos iniciam na segunda-feira. “As escolas municipais vão retornar às atividades no dia 26/4, sendo os primeiros dias utilizados para a recepção dos professores, ações de organização interna dos grupos de trabalho, análise da adesão ao retorno presencial da comunidade atendida, bem como comunicação com as famílias informando sobre a organização de cada grupo de crianças, dias e horários de atendimento, além de questões importantes referentes à conscientização para viabilizar a segurança necessária no retorno com as crianças no dia 3/5”, afirmou a pasta. 

Em relação as escolas particulares, a Secretaria afirma que a rede privada deverá organizar “a volta dos alunos da melhor forma que decidir”. Lembrando, que as aulas presenciais estão autorizadas a partir de segunda-feira. “As instituições deverão funcionar observando o protocolo a ser publicado em portaria da Secretaria Municipal de Saúde ainda nesta semana - a proposta já consta no Portal da PBH desde novembro de 2020”, completou a pasta. 

Paralisação de professores 

O retorno às aulas presenciais ainda vive um impasse. Professores da rede municipal de ensino decidiram por decretar greve sanitária em assembleia realizada na tarde dessa terça-feira em BH. De acordo com a presidente do Sindi-Rede, Vanessa Portugal, os profissionais da educação não irão retornar às aulas presenciais na próxima segunda-feira, mas manterão o teletrabalho.

 "É uma greve em defesa da vida. A gente mantém o atendimento aos estudantes de forma remota, o teletrabalho, mas não voltamos presencialmente às escolas", disse ela. Segundo a presidente do Sindi-rede, o momento da pandemia ainda é grave e não há previsão de vacinação para os professores.

 Em nota, a Prefeitura de Belo Horizonte diz respeitar a posição da entidade sindical, entretanto a decisão de adesão é de cada servidor. A administração municipal disse que irá aguardar a segunda-feira para conhecer a decisão de cada professor ao ser convocado para a escola e lá conhecer todos os protocolos de segurança implantados.