Carregando...

Cidades

Caso Backer: morre em BH a nona vítima de intoxicação pela cerveja

José Osvaldo de Faria, de 66 anos, estava internado há um ano e cinco meses no Hospital Madre Teresa

Por Fernando Motta

Morreu em Belo Horizonte nesta quarta-feira (15) a nona vítima de intoxicação por dietilenoglicol causado pelo consumo da cerveja do rótulo Belorizontina, da Backer. Segundo a Polícia Civil, José Osvaldo de Faria, de 66 anos, estava internado há um ano e cinco meses no Hospital Madre Teresa.

José Osvaldo tomou a cerveja em fevereiro de 2019. Ele teve cinco paradas cardiorrespiratórias, pneumonias, perdeu completamente a visão e teve paralisia na face e nas pernas.

A família e os advogados da vítima procuraram a Backer diversas vezes para ajudar no custeio do tratamento, mas a cervejaria nunca respondeu às solicitações.

Procurada pela reportagem, a empresa disse que no momento não irá se manifestar.

Conclusão do inquérito

Em junho a Polícia Civil concluiu o inquérito e indiciou 11 pessoas no caso da contaminação das cervejas da marca Backer. Elas vão responder por lesão corporal, homicídio e intoxicação. A Polícia Civil constatou que um vazamento em um tanque provocou a contaminação das cervejas pela substância tóxica dietilenoglicol usada no resfriamento. 

De acordo com o Delegado Flávio Grossi, responsável pelo inquérito, o vazamento foi identificado no chiller. Outros pontos de vazamento também foram encontrados dentro da fábrica da cervejaria.

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais