98 Live - Logo
  1. News
  2. Cidades
  3. "Com níveis atuais poderemos flexibilizar", diz infectologista de comitê da PBH

"Com níveis atuais poderemos flexibilizar", diz infectologista de comitê da PBH

O médico infectologista Carlos Starling, que faz parte do Comitê de Enfrentamento à Covid-19, ressalta que medidas de distanciamento devem ser seguidas para termos uma diminuição da curva da doença

Por João Henrique do Vale - Cidades17/08/2020
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

Os números atuais da Covid-19 em Belo Horizonte permitem a flexibilização para a fase 2. A afirmação foi feita pelo infectologista Carlos Starling, que faz parte do Comitê de Enfrentamento à doença, durante entrevista ao Central 98. Nesta etapa, estão incluídos bares, restaurantes, lanchonetes e praças.

"Havendo manutenção dos dados nos níveis atuais, vamos conseguir passar para a fase seguinte. Se eles permanecerem nos níveis atuais, certamente poderemos flexibilizar, inclusive com algumas praças. As pessoas poderão sair, mas não pode ter relaxamento. Nós vimos o que aconteceu em São Paulo e Rio com a abertura de bares e restaurantes", alertou.


O médico ressalta que estamos em um platô, mas com números altos. "Se nós atropelarmos as estratégias, o sofrimento aumenta. Vamos continuar em um platô elevado por muito mais tempo. É bem pior para uma pandemia ficar com um número alto e por um longo período. É o que temos que evitar. Então, se fizermos a coisa com responsabilidade, falo da responsabilidade de cada um, vamos poder ver a curva abaixar. Vamos conseguir passar com número menores de mortes, e vamos poder ir flexibilizando com mais velocidade", comentou Starling. 

Dados divulgados na última sexta-feira pela Prefeitura mostra uma melhora nos indicadores da doença. A taxa de UTI Covid, da rede privada e do Sistema Único de Saúde (SUS) chegou a 64,6%. Na semana anterior, esse número estava em 76,6%.

Houve uma grande queda também na ocupação dos leitos de enfermaria Covid. Na sexta-feira, 48,3% dos leitos disponíveis para o tratamento da doença estavam com pacientes, sendo que na semana anterior a taxa era de 52,1%. O número médio de transmissão por infectado (Rt) variou entre 0,85 e 0,91, entre 10 e 14 de agosto, nível verde por estar abaixo de 1.

Próximas fases

O planejamento da Prefeitura de Belo Horizonte coloca os bares, restaurantes e lanchonete na segunda fase de reabertura do comércio. Assim, como parques públicos. Os protocolos de abertura destes setores está publicado no site da administração municipal.

As regras permitem que mesas de bares e restaurantes poderão ultrapassar a fachada de estabelecimentos, em 6 metros para cada lado. A novidade respeita o distanciamento de 2 metros por mesa. As mesas também poderão ser dispostas em faixas de estacionamento. Parklets, quadras e vias também poderão ser utilizadas para disposição de mesas e cadeiras, em vias com calçadas estreitas.

A BHTrans está fazendo uma mapeamento para o fechamento de algumas vias onde poderão ser colocadas mesas e cadeiras nas calçadas e no asfalto. 

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.