98 Live - Logo
  1. News
  2. Cidades
  3. Conheça Diogo Prosdocimi, o novo presidente da BHTrans

Conheça Diogo Prosdocimi, o novo presidente da BHTrans

Conselho de administração da BHTrans confirmou o nome de Diogo nessa segunda-feira

Por João Henrique do Vale - Cidades05/01/2021
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

A BHTrans tem um novo presidente. O Conselho de administração da empresa confirmou na segunda-feira, a indicação, pela Assembleia Geral Extraordinária dos Acionistas, de Diogo Prosdocimi para o cargo da autarquia.  Ele assume o cargo em meio a investigação do Ministério Público de Contas sobre o acordo feito pela Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) e o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiro (Setra) para o repasse de R$ 4 milhões para amenizar supostos prejuízos das concessionárias.

Diogo é doutorando em análise de políticas públicas pela RAND Corporation dos EUA, mestre em políticas públicas pela Universidade da Califórnia, em Berkeley, e possui graduação em matemática pela UFMG e administração pública pela Fundação João Pinheiro. Desde 2019, Prosdocimi exerce o cargo de coordenador do programa de concessões e parcerias público privadas na PBH Ativos.

Foi subsecretário de Transportes e Mobilidade do Governo do Estado de Minas Gerais (2011-2014 e 2019), tendo atuado na regulação e gestão de contratos de ônibus e táxi da Região Metropolitana de Belo Horizonte e na implantação dos terminais metropolitanos de integração com o BRT, entre outros projetos. Foi diretor da Trem Metropolitano S/A e coordenou a elaboração dos projetos de engenharia para reformulação da linha existente e de construção das linhas 2 e 3 do metrô de Belo Horizonte.

Investigação 

O Ministério Público de Contas apura possíveis irregularidades em um acordo firmado entre a prefeitura e o Setra, que prevê o repasse de até R$ 4 milhões para amenizar prejuízos das empresas durante a pandemia da Covid-19. A informação foi dada pelo portal G1. 

O acordo começou a ser costurado em julho e teve a participação do Ministério Público de Minas Gerais. A assinatura do pacto foi feita no Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), com a presença do prefeito Alexandre Kalil (PSD) e do presidente do Setra Joel Jorge Paschoalin. O Ministério Público de Contas alega que a prefeitura não apresentou cálculos e estudos técnicos que comprovam os prejuízos das concessionárias. 

Por meio de nota, a BHTrans afirmou que está à disposição para envio de todas as documentações e informações solicitadas pelo Ministério Público de Contas.