98 Live - Logo
  1. News
  2. Cidades
  3. Delegado diz que tio assumiu 'informalmente' abusos contra menina de 10 anos

Delegado diz que tio assumiu 'informalmente' abusos contra menina de 10 anos

Depoimento formal será colhido ainda nesta terça-feira

Por Da redação - Cidades18/08/2020
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

O tio suspeito de estuprar e engravidar a sobrinha de 10 anos em São Mateus, no Espírito Santo, confessou, informalmente, o crime durante a prisão realizada na madrugada desta terça-feira, em Betim, na Grande BH

A informação foi passada pelo delegado Ícaro Nascimento, responsável pela Superintendência de Polícia Regional Norte, em coletiva de imprensa. O preso ainda será ouvido formalmente, hoje, na delegacia. 

O suspeito foi indiciado por estupro de vulnerável e ameaça. O homem também já tinha passagem criminal por tráfico de drogas e esteve preso entre 2011 e 2018.

Em um vídeo que circula nas redes sociais, o acusado diz que a polícia também deve investigar o avô e o filho do avô, que moravam com a criança. Equipes da Polícia Científica de Pernambuco coletaram amostras genéticas do feto e da menina, após uma determinação da Justiça do Espírito Santo. 

Nota da CNBB

Dom Walmor Oliveira de Azevedo, arcebispo metropolitano de Belo Horizonte e presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), lamentou o procedimento que interrompeu a gravidez da menina. 

A nota foi divulgada ontem e diz o seguinte:

Lamentável presenciar aqueles que representam a Lei e o Estado com a missão de defender a vida, decidirem pela morte de uma criança de apenas cinco meses, cuja mãe é uma menina de dez anos. Dois crimes hediondos. A violência sexual é terrível, mas a violência do aborto não se justifica, diante de todos os recursos existentes e colocados à disposição para garantir a vida das duas crianças. As omissões, o silêncio e as vozes que se levantam a favor de tamanha violência exigem uma profunda reflexão sobre a concepção de ser humano.

Em oração, peço a Deus consolação para todos os envolvidos nessa desafiadora e complexa situação existencial, que feriu de morte a infância, consternando todo o país. O precioso dom da vida precisa ser, incondicionalmente, respeitado e defendido. Ante a complexidade do ocorrido, devemos ser humildes, reconhecendo as limitações humanas, e sempre compassivos - sejamos sinais do amor de Deus.

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.