Carregando...

Cidades

Empresas do setor de vinhos são suspeitas de fraudes de R$ 10 milhões

Receita Federal deflagrou operação contra 35 empresas de MG, RJ, GO e DF

Por João Henrique do Vale

Um esquema de fraudes no setor de vinhos foi descoberto pela Receita Federal em Minas Gerais, no Distrito Federal, e outros dois estados. Os alvos da operação, deflagrada nesta terça-feira, foram 35 empresas atacadistas que distribuem bebida para supermercados, bares, restaurantes, lojas de conveniência e especializadas na comercialização de vinhos nacionais e importados.

De acordo com a Receita Federal, as empresas sonegavam impostos, como o ICMS. Análise inicial aponta que em um ano e meio, o prejuízo aos cofres públicos foi de aproximadamente R$10 milhões.

Segundo Leonardo Drumond, auditor fiscal da Receita Federal, alguma das empresas alvo das investigações vendiam mais de R$ 1 milhão no mês, mas o recolhimento do imposto era menor. "Como todo esquema de sonegação, o dinheiro ia para as contas dos fraudadores, prejudicando o Estado e os cidadãos”, afirmou.

Na operação, que contou com a participação da Polícia Civil, foram apreendidos documentos nas empresas. Alem disso, arquivos de computadores foram copiados pela Receita Federal.

As empresas estão localizadas em Belo Horizonte, Contagem, Nova Lima, Santa Luzia, Vespasiano, São José da Lapa, Ribeirão das Neves, Fronteira, Piumhi, Paracatu, Duque de Caxias (RJ), Novo Gama (GO) e Brasília.

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais