Carregando...

Cidades

Entidades do comércio acreditam na reabertura em BH na próxima semana

Representantes se encontraram na tarde desta quarta-feira com o prefeito Alexandre Kalil (PSD). Prefeitura prometeu rever taxas cobradas do comércio

Por João Henrique do Vale

Comerciantes de Belo Horizonte estão na expectativa da reabertura dos estabelecimentos na próxima semana. Representantes de setores da economia se reuniram com o prefeito Alexandre Kalil (PSD) e com secretários para falar sobre a flexibilização e ajuda os empresários. 

O presidente do Sindilojas-BH, Nadim Donato, saiu confiante do encontro. “Os números da pandemia caíram um pouco hoje, segundo a prefeitura. Estamos com a esperança de abrir na próxima semana, de quinta-feira a sábado. Nosso pleito é reabrir três dias e ficar fechado quatro dias”, afirmou. 

Outro assunto discutido foi os impostos e taxas cobradas dos comerciantes. Nesta quarta-feira, a prefeitura oficializou a prorrogação do pagamento do IPTU 2020 para dezembro deste ano. Mesmo assim, as entidades cobram a isenção do imposto. 

“Me parece que a isenção que estamos pleiteando dará um impacto de aproximadamente R$ 150 milhões. Achamos que a PBH deve sim esse dinheiro ao comércio. É uma forma de contribuir financeiramente”, disse Nadim. . Sobre a prorrogação do pagamento do IPTU de 2020, o presidente do Sindilojas-BH comentou que os empresário não irão fazer o pagamento. “O empresário não tem como nem pagar a folha salarial”, comentou. 

Fim das taxas 

De acordo com Nadim, a PBH está fazendo um estudo para diminuir as taxas cobradas dos comerciantes. “São aproximadamente 27 taxas que devem ser reduzidas para três, ou quatro. Algumas vão valer por mais tempo, mais anos. Mas, um estudo está sendo feito para eliminar essas série de cobranças”, afirmou. 

O presidente da ACMinas, José Anchieta da Silva, e o presidente do Sindibares, Paulo Pedrosa, também participaram da reunião. 

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais