98 Live - Logo
  1. News
  2. Cidades
  3. Fraude no auxílio emergencial provocou prejuízo de R$ 15 mi a 25 mil pessoas

Fraude no auxílio emergencial provocou prejuízo de R$ 15 mi a 25 mil pessoas

Polícia Federal (PF) deflagrou operação nesta quinta-feira em 39 cidades mineiras

Por Da redação - Cidades18/02/2021
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

O esquema de fraudes no auxílio emergencial pode ter dado prejuízo de R$ 15 milhões em 25 mil pessoas que tinham o direito de receber o benefício. As informações foram divulgadas na tarde desta quinta-feira pela Polícia Federal (PF)

Em Minas Gerais, estão sendo investigadas 50 pessoas que podem ter praticado o crime. Destas, 20 vivem na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Nesta quinta-feira, foram cumpridos 66 mandados de busca e apreensão em 39 cidades mineiras. 

De acordo com o delegado Marcelo Rezende, as investigações começaram após denúncias de pessoas que foram sacar o dinheiro do auxílio e não encontraram o valor. 

A operação mirou criminosos que burlaram o sistema para terem acesso ao benefício de pessoas que tinham o direito de receber o auxílio. A PF alertou que pessoas que receberam o auxílio de forma indevida devem procurar a Caixa Econômica Federal para fazer a devolução. 

A operação

Em Minas Gerais, aproximadamente 200 policiais federais participaram da operação. Foram cumpridos 66 mandados de busca e apreensão em 39 municípios. 

São eles: Araguari, Belo Horizonte, Betim, Caetanópolis, Campanha, Campestre, Contagem, Cristiano Otoni, Divinópolis, Dores de Campos, Governador Valadares, Itamarandiba, Ituiutaba, Jaíba, Juiz de Fora, Lagoa Santa, Luz, Machado, Mateus Leme, Montes Claros, Mutum, Nova Lima, Paracatu, Paraopeba, Passos, Patos de Minas, Poços de Caldas, Pouso Alegre, Presidente Olegário, Ribeirão das Neves, Sabará, Salinas, Santa Maria de Itabira, Santo Antônio do Monte, São João Nepomuceno, Sete Lagoas, Uberlândia, Unaí, e Volta Grande.

A operação também aconteceu na Bahia, Tocantins, e Paraíba.