98 Live - Logo
  1. News
  2. Cidades
  3. Governo do Estado dá início às celebrações dos 300 anos de Minas Gerais

Governo do Estado dá início às celebrações dos 300 anos de Minas Gerais

Programação inclui inauguração do Circuito Luzes da Liberdade, lançamento do programa 300 +1 e de suplemento literário

Por Agencia do Minas Gerais - Cidades02/12/2020
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

O Governo de Minas dá início nesta quarta-feira (2/12) às comemorações dos 300 anos de Minas. A data, que marca a criação da Capitania de Minas Gerais – estabelecida em 2 de dezembro de 1720, pelo rei Dom João V –, será reverenciada com a inauguração do Circuito Luzes da Liberdade, às 18h30, no Palácio da Liberdade, em Belo Horizonte. Também haverá o lançamento do projeto 300 +1, com eventos comemorativos ao longo de 2021, uma vez que, em 2020, o calendário de atividades foi interrompido pela pandemia de covid-19.

As luzes de Natal deste ano ganharam uma nova estruturação, pensada para os 300 anos de Minas e no projeto da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Secult) de criar o Circuito Turístico Liberdade. A iniciativa permite a expansão do antigo Circuito Liberdade, até então restrito à Praça da Liberdade, na capital mineira, para equipamentos culturais e turísticos localizados dentro dos limites da Avenida do Contorno.


Luzes de Natal

Será inaugurado pelo governador Romeu Zema e pelo secretário de Cultura e Turismo Leônidas Oliveira um conjunto de projeções e recursos de iluminação em prédios da capital mineira, extrapolando os contornos da Praça da Liberdade.

No evento, será lançado o video mapping na fachada do Palácio da Liberdade, que consiste em projeções mapeadas variadas que remontam à memória do tricentenário. Haverá, ainda, apresentação do quarteto de cordas da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais, um dos corpos artísticos da Fundação Clóvis Salgado (FCS).

 “As comemorações dos 300 anos de Minas Gerais surgem como um convite para que o público possa revisitar capítulos e aspectos da nossa história, a identidade e as múltiplas especificidades do nosso povo, que constroem a mineiridade. Nesse contexto, a transversalidade entre a Cultura e o Turismo se fortalece como ponto central para a retomada do desenvolvimento econômico do Estado, com o impulso da economia criativa”, destaca Leônidas Oliveira.


Rotas turísticas

Com a criação do Circuito Turístico Liberdade serão sugeridas rotas turísticas que permitam contemplar o patrimônio, a arquitetura, a cozinha mineira, as artes e todo o contexto de Belo Horizonte que envolve os 300 anos da fundação de Minas Gerais.

Entre as rotas temáticas propostas estão “Minas 300 anos”, que busca aproximar o visitante do sentimento de “mineiridade” por meio da apresentação de parte da história e da memória do estado, com sugestão de locais a serem visitados como o Palácio da Liberdade, a Rua da Bahia, o Museu Mineiro, entre outros.

Já a rota “Arquitetura e Patrimônio” terá locais como Viaduto Santa Tereza, Edifício JK, Praça da Estação e Edifício Niemeyer.

Há também a rota “Cozinha Mineira”, com indicação de restaurantes tradicionais de Belo Horizonte. A rota “Mapa das Artes”, por sua vez, sugere o Palácio das Artes, Museu Mineiro, o Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), Museu Inimá de Paula e Sesc Palladium como lugares de apreciação do tema.

 

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.