Carregando...

Cidades

Ministério da Saúde anuncia compra de 2,8 milhões de unidades de kit de intubação

Os medicamentos serão encaminhados para estados e municípios, segundo a pasta

Por João Henrique do Vale

O aumento de casos graves de Covid-19 levou a uma escassez de medicamentos em todo o Brasil. Entre eles, os necessários para realizar a intubação dos pacientes. O Ministério da Saúde afirmou, nesta quarta-feira, que conseguiu a compra de 2,8 milhões de unidades dos insumos que compõem o chamado kit para intubação. A pasta informou que as entregas serão realizadas com base no monitoramento feito nos estados e municípios.

O Governo Federal vem sendo pressionado pelos estados e municípios a comprar os medicamentos. Já há relatos de falta dos insumos. O secretário de saúde de Minas Gerais, Fábio Bacheretti, afirmou, nesta quarta-feira, que o estoque no território mineiro já acabou. 

De acordo com o Ministério da Saúde, as mais de 2,8 milhões de unidades de medicamentos de intubação orotraqueal (IOT) já começaram a ser distribuídas, em parceria com três empresas fabricantes. 

O cronograma acordado com as empresas ficou da seguinte forma: a Cristália se comprometeu a fornecer 1,26 milhão de unidades dos medicamentos. A Eurofarma entregará 212 mil ampolas em todo o território nacional. Já a União Química também enviará, até 30 de março, 1,4 milhão de unidades de medicamentos. “A logística híbrida com a integração pública e privada permitirá que os medicamentos estejam nos estabelecimentos de saúde em menos de 72 horas”, comentou o Ministério da Saúde. 

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais