98 Live - Logo
  1. News
  2. Cidades
  3. Moradores atingidos por tragédia de Brumadinho fazem manifestação contra a Vale

Moradores atingidos por tragédia de Brumadinho fazem manifestação contra a Vale

O protesto acontece na sede administrativa da mineradora em Brumadinho

Por João Henrique do Vale, Lucas Rage - Cidades22/10/2020
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

Atingidos pela tragédia do rompimento da barragem da Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, fazem um protesto, nesta quinta-feira. Aproximadamente 150 pessoas participam da manifestação na sede administrativa da Vale.

A manifestação é para reivindicar reivindicam o direito ao acesso à água potável e de qualidade, prorrogação do auxílio financeiro emergencial e exigem a consolidação do Programa Direito a Renda. Participam do ato moradores de Brumadinho, São Joaquim de Bicas, Betim, Mário Campos e Juatuba.

O protesto acontece no mesmo dia em que acontece audiência de conciliação no Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG). A Vale pode pagar R$ 21,5 bilhões ao Estado de Minas Gerais, em indenizações pelo crime em Brumadinho.

A previsão é que o repasse seja revertido em um conjunto de obras — como o Rodoanel de Belo Horizonte — além de investimentos em segurança hídrica na Grande BH, bem como o fortalecimento da rede estadual de saúde e investimentos em obras nos municípios afetados pela tragédia.

Os valores seriam pagos em três parcelas, sendo a primeira na assinatura do acordo, e outras a serem pagas em maio de 2021 e maio de 2022.

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.