98 Live - Logo
  1. News
  2. Cidades
  3. PF colhe novos depoimentos em investigação de suposta vacinação clandestina em BH

PF colhe novos depoimentos em investigação de suposta vacinação clandestina em BH

No fim de semana, a cuidadora de idosos que aplicou as vacinas em uma empresa de ônibus da capital foi solta após um habeas corpus

Por João Henrique do Vale - Cidades05/04/2021
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

As investigações da suposta vacinação clandestina contra a Covid-19 em Belo Horizonte continuam. A Polícia Federal (PF) vai colher novos depoimentos nesta semana. As apurações apontam que aproximadamente 60 pessoas foram vacinadas. A hipótese mais forte no caso é que as vacinas não seriam para a Covid-19. 

No último sábado, o Tribunal Regional Federal (TRF-1) concedeu liberdade provisória à cuidadora de idosos que se passava por enfermeira e que foi presa por suspeita de vacinar empresários do setor do transporte em Belo Horizonte. 

Investigações da Polícia Federal apontam que a falsa enfermeira já atuava com o esquema na cidade desde o início de março. Segundo a PF, um dos bairros em que ela mais fez "atendimentos" foi em casas e apartamentos do Belvedere, na região Centro-Sul da capital mineira.

As diligências apontam que a falsa enfermeira estava comprando um carro e um sítio com os recursos que ganhava com a aplicação da suposta "vacina"