98 Live - Logo
  1. News
  2. Cidades
  3. 'Preconceito', diz prefeito de Lagoa Santa sobre veto de Kalil a ônibus

'Preconceito', diz prefeito de Lagoa Santa sobre veto de Kalil a ônibus

Segundo ele, o decreto fere as pessoas que saem de Lagoa Santa para trabalharem em Belo Horizonte

Por Central 98 - Cidades03/04/2020
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

O prefeito de Lagoa Santa, Rogério Avelar, comentou o decreto da Prefeitura de Belo Horizonte que proíbe a circulação de ônibus do transporte coletivo de Lagoa Santa na capital mineira a partir de segunda-feira (6). Em entrevista ao Central 98, Avelar demonstrou indignação e disse que a medida é "preconceito em relação a população mais humilde de Lagoa Santa".

Segundo ele, o decreto fere as pessoas que saem de Lagoa Santa para trabalharem em Belo Horizonte. "O vírus chegou ao Brasil por avião e não por ônibus", disse Avelar.

O prefeito proibiu aglomerações em academias, feiras, shoppings e atividades esportivas, mas permitiu o funcionamento do comércio com algumas medidas sanitárias. "Nós não estamos determinando relaxamento de medidas. Estamos é ordenando funcionamento do comércio. Fechamos cinema, shopping, teatro. O que está funcionando em Lagoa Santa, é o pequeno comércio", disse.

Carnaval

Avelar lembrou que Lagoa Santa não tem nenhum caso confirmado da doença e disse que "Lagoa Santa não vai ser responsabilizada pela falta de responsabilidade de quem permitiu acontecer o Carnaval".

Negociação

Questionado se houve alguma conversa com Alexandre Kalil, o prefeito de Lagoa Santa disse que procurou a administração municipal da capital para tentar reverter a medida. "Estamos estudando. Tivemos uma conversa que expliquei todas as medidas sanitárias", disse.