Carregando...

Cidades

Prefeitura de Belo Horizonte distribuiu 2 milhões de máscaras

Compra do equipamento de proteção é alvo de questionamentos por parte de vereadores

Por João Henrique do Vale

Moradores de vilas e favelas das nove regionais de Belo Horizonte receberam máscaras doadas pela prefeitura. Ao todo, foram 2 milhões do equipamento de proteção que foram entregues para a população de alta vulnerabilidade social. Pessoas em situação de rua e pacientes em tratamento de hemodiálise também receberam os acessórios.

Por meio de nota, a Secretaria Municipal de Saúde informou que a entrega foi feita por agentes de Combate à Endemias, agentes comunitários de saúde, e guardas municipais. O grupo fez mutirões nas imediações dos aglomerados.

Para a população em situação de rua, a entrega foi feita pelas equipes da saúde e da assistência social.

A aquisição das máscaras é alvo de denúncias de superfaturamento por parte de vereadores. Inclusive, o Ministério Público Federal (MPF) chegou a ser notificado, mas nenhuma investigação foi aberta.

Nos próximos dias, o prefeito Alexandre Kalil pode publicar um decreto que autoriza a multa para as pessoas que não utilizarem a proteção na capital mineira. O projeto de lei foi aprovado na Câmara Municipal e já está nas mãos do prefeito. 

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais