Carregando...

Cidades

Prefeitura define nesta sexta-feira se reabre comércio em BH

Representantes da PBH vão conceder entrevista coletiva 14h para divulgar a definição sobre a flexibilização

Por João Henrique do Vale

Foto: Lucas Rage

A sexta-feira será de muita expectativa em relação a flexibilização do comércio em Belo Horizonte. Membros do Comitê de Enfrentamento da Covid-19 da capital mineira, concedem entrevista coletiva nesta tarde para falar sobre o tema. O prefeito Alexandre Kalil não participa. Nessa quinta-feira, ele disse estar "mais otimista com os números da Covid-19", mas não deu previsão de reabertura.

A Rádio 98 acompanha a entrevista e vai transmitir ao vivo nas redes sociais

A fala do prefeito foi após reunião com representantes de 15 setores do comércio. O O presidente do Sindicato de Lojistas de Belo Horizonte (Sindilojas-BH), Nadim Donato, afirmou que tem expectativa de reabertura na próxima semana, ou, no mais tardar, em 10 de agosto. Ele destacou, ainda, que a possibilidade é de reabertura de todos os setores, não mais de foram escalonada.

A proposta dos empresários é de abertura do comércio entre quinta a domingo. Nos outros dias, todos os setores ficariam fechados. A BHTrans está mapeando 70 pontos da cidade que poderão ser fechados para o funcionamento de bares e restaurantes.

Ajuda aos comerciantes

Na entrevista coletiva desta sexta-feira, há a expectativa da prefeitura divulgar um programa de ajuda para os comerciantes. O secretário municipal de desenvolvimento econômico, Cláudio Beato, afirmou, há duas semanas, que uma série de estratégias estavam sendo estudadas pela administração municipal.

Entre elas, está ajuda para pequenas e médias empresas através de um Fundo de Desenvolvimento Econômico.

Ocupação de UTIs

Um dos entraves para a reabertura do comércio pode ser a ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTIs) próprias para o tratamento da Covid-19. Dados divulgados nessa quinta-feira pela PBH, mostram que a taxa está em 90,7%. Houve criação de 5 leitos nas últimas 24 horas, o que fez a taxa ter uma leve diminuição.

Os leitos de Enfermaria Covid, que somam 1.115, têm índice de ocupação de 67.9% - queda de 1,1 pontos percentuais, entre terça-feira e quarta-feira.

De acordo com o balanço, Belo Horizonte alcançou a marca de 498 mortes pelo novo coronavírus. O dado representa um aumento de 16 óbitos em relação ao balanço divulgado ontem. Os casos confirmados da doença na capital somam 20.276.

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais