98 Live - Logo
  1. News
  2. Cidades
  3. Projeto que autoriza compra de vacinas pela PBH será votado em 2º turno

Projeto que autoriza compra de vacinas pela PBH será votado em 2º turno

A matéria foi aprovada em 1º turno pela Câmara Municipal nessa quinta-feira, com 36 votos favoráveis, nenhum contrário e nenhuma abstenção

Por João Henrique do Vale - Cidades09/04/2021
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

Vereadores avaliam, em 2º turno, nesta sexta-feira, o projeto de lei que autoriza Belo Horizonte a comprar vacinas contra a Covid-19, em conjunto do consórcio de prefeituras. A matéria foi aprovada em 1º turno pela Câmara Municipal nessa quinta-feira, com 36 votos favoráveis, nenhum contrário e nenhuma abstenção.

A preposição ratifica protocolo de intenções para criação de consórcio entre municípios de todas as regiões do Brasil, inclusive Belo Horizonte, com o objetivo de facilitar a aquisição de vacinas contra o novo coronavírus

De acordo com a prefeitura, a aprovação do projeto é importante para agilizar a imunização da população e, ainda, de atender a eventuais demandas por medicamentos, equipamentos e insumos que sejam necessários aos serviços públicos municipais de saúde. 

Compra emperrada

A aquisição de vacinas pela prefeitura de Belo Horizonte segue um impasse. O prefeito Alexandre Kalil sinalizou a intenção de compra de 4 milhões de vacinas Sputinik V, em 12 de março. Porém, no final do mesmo mês, o secretário de saúde, Jackson Machado, praticamente descartou o imunizante. Na justificativa, alegou que o prazo de entrega seria muito longo, sendo setembro deste ano. 

A prefeitura tenta, agora, a compra de vacinas produzidas pela AstraZeneca, para a aquisição de 4 milhões de doses.