98 Live - Logo
  1. News
  2. Cidades
  3. PUC Minas e Arquidiocese de BH apoiam restrição de missas e cultos presenciais

PUC Minas e Arquidiocese de BH apoiam restrição de missas e cultos presenciais

Nota das instituições foi divulgada após decisão do ministro Kássio Nunes Marques, que liberou as celebrações religiosas presenciais

Por João Henrique do Vale - Cidades06/04/2021
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

A Arquidiocese de Belo Horizonte e a Puc Minas divulgaram nota conjunta para apoiar medidas restritivas no templos. O documento foi em resposta a decisão do ministro Kássio Nunes Marques, do Supremo Tribunal Federal (STF), que liberou as celebrações religiosas presenciais em estados e municípios. 

No documento, as instituições mostraram preocupação da decisão de liberar as celebrações no momento de agravamento da epidemia de Covid-19 no país. “Não podemos tolerar o uso político do Judiciário para favorecer interesses econômicos de grupos, inclusive religiosos, amparado em falsas e grosseiras motivações constitucionais e/ou religiosas”, afirmaram. 

As instituições, dizem ainda, que a indivisibilidade dos Direitos Fundamentais constitucionais significa que não há, óbvio, liberdade sem dignidade. “Não há liberdade de culto sem liberdade de consciência religiosa, assim como o exercício da liberdade de culto não pode comprometer outros direitos como a saúde e a vida das pessoas”, comentaram. 

Por fim, manifestaram apoio às políticas públicas da Prefeitura de Belo Horizonte, de proteção da população, seguindo a orientação da ciência. 

Igrejas serviços essenciais 

A Câmara Municipal de Belo Horizonte deve votar, ainda nesta semana, projetos de lei que busca tornar igrejas e santuários religiosos como serviço essencial. Um deles é a matéria número 1016/2021, de autoria do vereador Henrique Braga . Ela estabelece que as igrejas, templos e santuários religiosos devem ser classificados como essenciais, “de modo a permanecer aberto e prestando assistência espiritual e assistencial as comunidades religiosas”.