Carregando...

Cidades

Reabertura do comércio só com redução de internações, diz prefeitura de BH

Nessa quarta-feira, representantes do comércio da capital mineira se reuniram com o Prefeito Alexandre Kalil (PSD)

Por João Henrique do Vale

Comerciantes saíram confiantes da reunião com o Prefeito Alexandre Kalil (PSD) nessa quarta-feira, para uma reabertura dos estabelecimentos na próxima semana na capital mineira. Porém, prefeitura informou que a retomada só irá acontecer com a redução das internações. A cidade está  no patamar de risco muito elevado de contágio, segundo a classificação do Centro de Controle de Doenças norte-americano (CDC).

De acordo com a Prefeitura, na terça-feira, a taxa de incidência da doença chegou a 442,3 novos casos por 100 mil habitantes na cidade, no acumulado dos últimos 14 dias. O dado é 58,0% mais alto que o pico ocorrido em julho, quando atingimos 280 novos casos a cada 100 mil habitantes. Em relação aos últimos 30 dias, a incidência na cidade cresceu 214,6% e, nos últimos 60 dias, 320,0%.“Em nenhum momento da pandemia foram registradas tantas pessoas contaminadas na cidade”, diz a administração municipal.

De acordo com o secretário André Reis, diante da situação crítica em que vive a capital, e para evitar o colapso no sistema de saúde de Belo Horizonte, a Prefeitura continuará monitorando os números para novas movimentações no processo de reabertura.

Medidas econômicas

A Prefeitura de Belo Horizonte está realizando um estudo para revisar todas as taxas e preços públicos cobrados na capital. O objetivo é a simplificação e a desoneração das atividades comerciais de uma forma ampla. A previsão é que uma conclusão seja apresentada em fevereiro

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais