98 Live - Logo
  1. News
  2. Cidades
  3. Reunião nesta quarta-feira vai definir se BH passa para fase 2 da flexibilização

Reunião nesta quarta-feira vai definir se BH passa para fase 2 da flexibilização

Com o aumento da taxa de transmissão, tendência é que bares e restaurantes não abram nesta semana

Por João Henrique do Vale - Cidades19/08/2020
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

O Comitê de Enfrentamento à Covid 19 em Belo Horizonte vai se reunir nesta quarta-feira com o Prefeito Alexandre Kalil (PHS) para definir a flexibilização na capital mineira. No último boletim epidemiológico divulgado nessa terça-feira pela prefeitura, a taxa de transmissão da doença teve um aumento, atingindo a faixa amarela. Este fator pode impedir a abertura de bares e restaurantes nesta semana. Está sendo discutido se parques e praças podem ser reabertos.

A prefeitura se baseia em três macros indicadores para determinar a reabertura do comércio. A taxa de transmissão do vírus, e a ocupação das Unidades de Terapia Intensiva (UTI) e de enfermaria próprios para o tratamento da Covid-19.

No boletim divulgado nessa terça-feira, a taxa de transmissão da doença atingiu 1, ou seja, uma pessoa está transmitindo a doença para um outro indivíduo. O índice vem subindo nos últimos dias.

Já a ocupação dos leitos de UTI e enfermaria teve queda nas últimas semanas, principalmente após a prefeitura passar a contar os dados dos hospitais particulares. Nessa terça-feira, a taxa de UTI estava 63% e de enfermaria 48,6%. 

Reunião sem acordo

O prefeito Alexandre Kalil não definiu uma data para a flexibilização do comércio em reunião realizada na tarde de ontem com o Sindibares, uma das entidades que representa a categoria. Já a Associação de Brasileiras de Bares e Restaurantes (Abrasel) criticou a atitude da administração municipal.