98 Live - Logo
  1. News
  2. Cidades
  3. Sete Lagoas revoga decreto que flexibilizava funcionamento de serviços

Sete Lagoas revoga decreto que flexibilizava funcionamento de serviços

Segundo o MPMG, o ato ia na contramão das medidas necessárias de isolamento para frear o avanço da Covid-19

Por Rock News - Cidades02/04/2020
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

O prefeito de Sete Lagoas revogou o decreto que permitia o retorno de serviços e atividades na cidade em meio a pandemia do novo coronavírus. A medida, publicada no diário oficial do município de hoje, atende uma recomendação do Ministério Público de Minas Gerais. Na terça-feira, o prefeito Duílio de Castro Faria assinou um decreto que permitia o retorno das atividades de alguns empreendimentos, como restaurantes e indústrias.

Segundo o MPMG, o ato ia na contramão das medidas necessárias de isolamento para frear o avanço da Covid-19 e garantir infraestrutura hospitalar para eventuais pacientes com contágio da doença. Na recomendação, a promotoria de Justiça de Sete Lagoas requereu que os termos do decreto fossem alterados. E solicitou a exclusão de alguns serviços e atividades que não estão incluídos na deliberação do Comitê Extraordinário Covid-19.

O MPMG requereu também à Polícia Militar que lavre Termo Circunstanciado de Ocorrência diante da constatação de que estabelecimentos comerciais estejam funcionando em descumprimento ao que dispõe as normas municipais e estaduais que disciplinam o funcionamento dos serviços e atividades essenciais.

O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, proibiiu entrada de ônibus provenientes de Santa Luzia a partir de segunda-feira (2).

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.