Carregando...

Cidades

Sonegação: empresas de cereais podem ter dado prejuízo de R$ 1 bi em Minas

Receita Estadual e Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) fazem uma operação nesta quarta-feira para apurar o crime

Por João Henrique do Vale

Empresas de cereais estão na mira da Receita Estadual e do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG). Operação deflagrada nesta quarta-feira tenta desmontar um esquema de sonegação de ICMS. O prejuízo estimado nas investigações é de R$ 1 bilhão aos cofres públicos.

Estão sendo cumpridos sete mandados de prisão preventiva e 14 de busca e apreensão. A ação acontece em Minas Gerais, São Paulo e no Distrito Federal. Seis pessoas já foram presas em Uberlândia e Uberaba, Ipuã, no interior de São Paulo, na capital paulista, e Brasília.

De acordo com Receita Estadual, a operação desta quarta-feira é um desdobramento das operações “Ceres”, realizada em 2018, e “Quem Viver Verá”, de março de 2020, ambas com foco em irregularidades fiscais no ramo de cereais, principalmente, na região do Triângulo Mineiro.

As investigações apontaram que o esquema consiste na criação de empresas de fachada com intuito de fornecer notas fiscais falsas para acobertar o escoamento da produção rural sem o pagamento dos tributos.

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais