98 Live - Logo
  1. News
  2. Cidades
  3. Tereza Cristina: Governo de Minas, BH e Contagem assinam termo de cooperação para obras

Tereza Cristina: Governo de Minas, BH e Contagem assinam termo de cooperação para obras

Recursos para interveções são da ordem de R$ 298 milhões, oriundos das medidas de reparação da Vale

Por João Henrique do Vale - Cidades12/05/2021
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

Mais um passo foi dado nesta quarta-feira na tentativa de tirar do papel as obras para amenizar ou conter as enchentes na Avenida Teresa Cristina. Um termo de cooperação entre o Governo de Minas e as prefeituras de Belo Horizonte e Contagem foi assinado para a execução das obras de macrodrenagem na região metropolitana da capital. 

Os recursos para as intervenções, da ordem de R$ 298 milhões, serão oriundos das medidas de reparação da mineradora Vale. Porém, ainda será necessário o aval dos deputados estaduais na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG)

Os recursos serão aplicados na construção de bacias de contenção no Córrego Ferrugem, nos municípios de Contagem e Belo Horizonte; na finalização de bacias no Córrego Riacho das Pedras, em Contagem, e na construção de unidades habitacionais para realocar famílias removidas das áreas de inundação.

A cerimônia de assinatura contou com a presença de autoridades como o Governador Romeu Zema, a prefeita de Contagem Marília Campos e o vice-prefeito de Belo Horizonte, Fuad Noman.

"Estamos assinando um marco histórico. Neste momentos BH e Contagem estão sendo vítimas. Com mortes, principalmente em BH na Avenida Tereza Cristina onde os moradores sofrem duas a três vezes por ano. Resolver um problema que está na Grande BH há décadas. Essas obras já foram paralisadas várias vezes e temos essa responsabilidade de finalizar. Esperamos que no menor prazo possível, vamos resolver esse problema", afirmou Noman.

O governador Romeu Zema classificou a assinatura como "um divisor de águas". "Estive reunido com moradores do Bairro Betânia que são muito atingidos pelas enchentes. Convivem com há décadas nesta situação. Esperamos que essa parceria seja uma forma de uma solução quase que definitiva para os moradores. Fico satisfeito que com essa união de esforços podemos dar dignidade aos moradores", afirmou Zema.