98 Live - Logo
  1. News
  2. Cidades
  3. Uso de máscara será obrigatório para toda população de Belo Horizonte, diz Kalil

Uso de máscara será obrigatório para toda população de Belo Horizonte, diz Kalil

Kalil falou sobre a necessidade de se manter ações coordenadas com as cidades da região metropolitana de Belo Horizonte; ontem, Santa Luzia já havia anunciado a obrigatoriedade do uso de máscaras

Por João Henrique do Vale e Fernando Motta - Cidades14/04/2020
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

O prefeito Alexandre Kalil disse que um decreto deverá ser publicado na sexta-feira (17) com novas determinações de restrição. Uma das medidas será a obrigatoriedade do uso de máscaras por toda a população. Segundo o prefeito, quem não usar o equipamento não entrará em órgãos públicos. "Depois vamos ver como vai ser", disse Kalil, sinalizando que as restrições deverão ser ainda maiores.

Kalil falou sobre a necessidade de manter ações coordenadas com as cidades da região metropolitana de Belo Horizonte. Ontem, Santa Luzia já havia anunciado a obrigatoriedade do uso de máscaras para quem for utilizar o transporte público ou entrar em qualquer estabelecimento essencial que continua aberto durante a pandemia.

Pedro Leopoldo, Contagem e Nova Lima também anunciaram medidas de uso obrigatório de máscaras. 

"Do mesmo jeito que a flexibilização no interior nos incomoda - e cada vez mais será barrada - temos que humildemente seguir o exemplo do que está acontecendo na Grande BH", disse o prefeito.

PM irá fiscalizar

Kalil disse ainda que irá contar com o apoio da Polícia Militar na fiscalização de aglomerações ou descumprimento de regras. "A respeito de prefeituras que escrevem e não fiscalizam, estamos contando com a PM para nos informar onde está liberado e contágio se disseminando"

Fornecimento de máscaras

Segundo Kalil, a prefeitura só irá distribuir máscaras para a população de extrema pobreza. "Não o somos obrigados a entregar as máscaras para a população. Vamos entregar para os miseráveis, que são os invisíveis", disse.

Plano de flexibilização

O prefeito disse ainda que o plano de flexibilização das medidas em BH será feito seguindo o protocolo Mundial e será de responsabilidade dos integrantes do comitê criado para enfrentamento da Covid-19 em Belo Horizonte. "Nem eu que sou o prefeito tenho essa capacidade", disse Kalil. Ele não falou sobre os prazos para elaboração desse plano.

"Isolamento evitou mortes"

O secretário de saúde de BH, Jackson Machado, disse que a estimativa do comitê é de que o isolamento social tenha evitado 70 mortes.

Áreas de higienização

Segundo o comitê de enfrentamento da crise, áreas de higienização foram criadas em BH. Pias já estão prontas e instaladas na Praça da RodoviáriaPraça da Estação e na Lagoinha.

Leitos

Dos 126 leitos de terapia intensiva próprios para a Covid-19, 21 estão ocupados em Belo Horizonte.

Segundo o secretário municipal de saúde, o órgão teve que dobrar a capacidade de profissionais, de 12 para 25, para realização de consultas online. "O número de consultas dobrou de 200 para 400", disse ainda.