Carregando...

Cidades

Vacina feita pela Índia deve chegar ao Brasil até a próxima semana

A previsão foi feita pelo Cônsul Geral Honorário da Índia no Rio de Janeiro, Leonardo Ananda. Ele acompanha de perto a negociação do Brasil com a Índia

Por João Henrique do Vale

As primeiras vacinas para imunizar a população brasileira contra a Covid-19 devem chegar no país no início da próxima semana.  Serão doses do imunizante da farmacêutica Astrazeneca em parceria com a Universidade de Oxford,  que estão sendo produzidas Serum Institute of Índia. A previsão foi dada pelo Cônsul Geral Honorário da Índia no Rio de Janeiro, Leonardo Ananda. Ele acompanha de perto a negociação. 

“Quem pode falar ao certo sobre a data oficialmente é o Ministério da Saúde.  Mas tenho uma expectativa grande das doses chegarem no fim desta semana ou no início da próxima semana”,  disse o Cônsul em entrevista ao Central 98.

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) pediu, no fim da última semana, autorização temporária de uso emergencial, em caráter experimental da vacina de Oxford. O pedido é para o uso de 2 milhões de doses de vacinas que serão importadas do laboratório Serum. A análise deve ser feita pela Anvisa em até 10 dias.

Negociação de outra vacina

Segundo o Cônsul, já há uma negociação em andamento, já avançada com o laboratório Bharat Biotech, para aquisição da Covaxin. Ananda disse que a vacina teve a terceira fase de testes concluídos na Índia e há expectativa de que os testes também ocorram no Brasil.

"Ela já está credenciada como candidata, já tem memorando de entendimento assinado com o Ministério da Saúde e já está também avançando nos registros", disse. O Cônsul disse que espera que nos próximos dias chegue uma leva da Covaxin no Brasil.

Clínicas particulares

Ainda segundo o Cônsul, a Associação Brasileira das Clínicas de Vacinas (ABCVAC) já está em tratativas com a Bharat Biotech para aquisição de imunizantes. "Nós acreditamos que ter vacinação também em clínicas privadas no Brasil vai agilizar o processo e desonerar o governo. Na Índia está sendo feito da mesma forma, a Federação das Indústrias está fazendo esse movimento junto às empresas indianas para agilizar esse processo", avaliou.

Confira a entrevista completa:


Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais