98 Live - Logo
  1. News
  2. Cidades
  3. Vacinação contra a gripe: PBH limita vacina para crianças por falta de doses

Vacinação contra a gripe: PBH limita vacina para crianças por falta de doses

Prefeitura afirma que vai ampliar público assim que chegarem novas cargas de vacinas

Por João Henrique do Vale - Cidades13/04/2021
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

A diferença de estratégia na vacinação contra a gripe entre as cidades está deixando moradores confusos. Belo Horizonte está aplicando as doses em crianças de 6 meses a 11 meses e 29 dias, sendo que a Secretaria de Estado de Saúde preconiza, neste primeiro público da campanha, a imunização de crianças de 6 meses a menores de 6 anos. O Município alega que a limitação do grupo foi feita por causa da falta de doses. 

“A Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, informa que as doses utilizadas na campanha de vacinação são repassadas pelo Ministério da Saúde. Com o quantitativo recebido até o momento, Belo Horizonte consegue vacinar crianças de 6 meses a 11 meses e 29 dias, gestantes, puérperas e trabalhadores da saúde que atuam em hospitais (públicos, filantrópicos e privados), centros de saúde, UPAs e SAMU”, informou a administração municipal. 

A prefeitura afirma que a vacinação será ampliada assim que mais doses foram repassadas. Até o momento, a capital mineira recebeu 86,8 mil doses da vacina contra a gripe. “O Ministério da Saúde irá repassar as doses da vacina de forma escalonada. No município, a estimativa é que sejam cerca de 3 mil crianças de 6 meses a 11 meses e 29 dias; 22 mil gestantes; 3 mil puérperas e cerca de 105 mil trabalhadores da saúde atuando em hospitais, SAMU, Centros de Saúde e UPAs. A meta é vacinar 90% do público”, concluiu. 

Vacinação em Minas

A Secretaria de Estado de Saúde afirma que a campanha vai ser dividida em três partes. Na primeira, que acontece até 10 de maio, serão imunizadas crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes e puérperas, povos indígenas e trabalhadores da saúde. A segunda fase da campanha começa no dia 11 de maio e vai até o dia 8 de junho, tem como foco os idosos com mais de 60 anos e professores das escolas públicas e privadas.

Já na terceira e última fase, que inicia em 9 de junho, deverão receber a vacina as pessoas com comorbidades, pessoas com deficiência, trabalhadores de transporte coletivo, portuários, forças de segurança e salvamento, forças armadas, funcionários do sistema de privação de liberdade, população privada de liberdade e adolescentes e jovens em medidas socioeducativas.

Ao todo, serão vacinados contra a gripe 8,4 milhões de pessoas no território mineiro