98 Live - Logo
  1. News
  2. Cidades
  3. Veja o que abre em BH com a flexibilização

Veja o que abre em BH com a flexibilização

O comércio poderá reabrir a partir desta quinta-feira em Belo Horizonte

Por João Henrique do Vale - Cidades04/08/2020
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

A reabertura do comércio em Belo Horizonte na próxima quinta-feira foi anunciada pelo Prefeito Alexandre Kalil em entrevista coletiva nesta terça-feira. Com a liberação, comércio varejistas, atacadistas, incluindo vestuário, salões de beleza, e shoppings, vão poder retomar as atividades.

A flexibilização acontece com dias e horários diferenciados. Os comércios também terão que seguir protocolos específicos. Segundo a Prefeitura de Belo Horizonte, nesta primeira fase, a reabertura representará 69 mil postos de trabalho do mercado privado (7,7% do total), com a autorização de funcionamento de mais de 20 mil empresas (11,1% do total) e mais de 51 mil Microempreendedores Individuais – MEIs (24,7%). Ao somá-la com as atividades da fase de controle (atual etapa), serão 94,5% de participação no mercado de trabalho, com a permissão de reabertura de 93,4% das empresas e de 88,4% das MEIs. 

Veja o detalhes da flexibilização

Primeira semana da Fase 1 (de 6 a 8 de agosto):

Todo o comércio varejista não contemplado na fase de controle:

Estabelecimentos de rua, centros de comércio e galerias de lojas: quinta a sábado, entre 11h e 19h.

Comércio atacadista da cadeia do comércio varejista da Fase 1 (incluindo vestuário): quinta a sábado, entre 11h e 19h.

Cabeleireiros, manicures e pedicures: quinta a sábado, entre 11h e 20h.

Shopping centers, centros de comércio e galerias de lojas: quinta a sábado, entre 12h e 20h. Praças de alimentação funcionarão somente por delivery ou retirada, sem consumo no local.

Atividades no formato drive-in: sexta a domingo, de 14h às 23h.

Segunda semana em diante da Fase 1 (a partir de 12 de agosto):

Todo o comércio varejista não contemplado na fase de controle:

Estabelecimentos de rua, centros de comércio e galerias de lojas: quarta a sexta, entre 11h e 19h.

Comércio atacadista da cadeia do comércio varejista da Fase 1 (incluindo vestuário): quarta a sexta, entre 11h e 19h.

Cabeleireiros, manicures e pedicures: quinta a sábado, entre 11h e 20h.

Shopping centers, centros de comércio e galerias de lojas: quarta a sexta, entre 12h e 20h. Praças de alimentação funcionarão somente por delivery ou retirada, sem consumo no local.

Atividades no formato drive-in: sexta a domingo, das 14h às 23h.

Próximas fases

O avanço para as próximas fases vai depender dos indicadores epidemiológicos. De acordo com a PBH, a segunda etapa pode entrar em vigor em 15 dias, quando os impactos da flexibilização serão conhecidos.

Fase 2

Parques públicos (locais, regras, horários, e dias de funcionamento estão em construção)

Bares, restaurantes e lanchonetes

Fase 3

Academias, centros de ginástica e estabelecimentos de condicionamento físico

Clubes sociais, esportivos e similares

Eventos (exposições, congressos e seminários)

Clínicas de estética

Museus