98 Live - Logo
  1. News
  2. Cidades
  3. Viaduto Guararapes: MPMG pede bloqueio de R$ 30 milhões em bens de empresas

Viaduto Guararapes: MPMG pede bloqueio de R$ 30 milhões em bens de empresas

Desabamento da estrutura completa seis anos nesta sexta-feira

Por João Henrique do Vale - Cidades03/07/2020
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

A queda do Viaduto Batalha dos Guararapes, que deixou duas pessoas mortas e outras 23 feridas, completa seis anos nesta sexta-feira. Desde 3 de julho de 2014, nenhuma pessoa foi responsabilizada pela tragédia. A Justiça está analisando o pedido do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) contra a Cowan, empresa responsável pela obra, e a Consol, que realizou o cálculo do projeto. Os promotores pediram o bloqueio de R$ 30 milhões em bens das empresas e de R$ 100 mil e R$ 250 mil das pessoas físicas envolvidas.

Na ação, o MPMG afirma que as empresas, seus engenheiros e os servidores públicos da Sudecap geraram prejuízo aos cofres públicos por não terem seguido normas de engenharia adequadas à construção do viaduto, desde a fase de planejamento até a fiscalização da sua execução.

Promotores da 17ª Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público de Belo Horizonte solicita, ainda, a condenação ao pagamento de multa por danos morais coletivos por conta da tragédia, bem como às sanções previstas na Lei de Improbidade Administrativa.

Desde a tragédia, 11 pessoas foram denunciadas por envolvimento na queda da estrutura. Os denunciados respondem pelos crimes de desabamento, que deverá ser agravado pelo fato de a queda da estrutura ter resultado em lesão corporal e morte.