Carregando...

Economia

Abrasel entra na Justiça para saber critérios da PBH ao manter bares fechados

Segundo o presidente nacional da Abrasel, Paulo Solmucci, 1/3 dos empregos foram perdidos durante a pandemia

Por Rock News

A Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) entrou com um mandado de segurança na Justiça para pedir explicações sobre os critérios da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) ao decidir manter os estabelecimentos fechados.

Desde março, os comércios do setor só podem funcionar por meio de delivery ou disponibilizando os produtos para retirada na loja. 

O presidente nacional da Abrasel, Paulo Solmucci, conversou com o Rock News na tarde desta quinta-feira (4) e disse que o setor quer "critérios técnicos, claros e transparentes". Segundo ele, 1/3 dos empregos em bares e restaurantes foram perdidos durante a pandemia.

"Se eles não se justificarem os critérios, que imediatamente se faça a reabertura dos bares e restaurantes em Belo Horizonte", disse Solmucci.

Em nota, a PBH disse que a Abrasel "foi convidada a participar de todas as reuniões para construir, juntamente com todo o grupo de trabalho de retomada, propostas e sugestões para a reabertura do comércio. O processo vem ocorrendo de forma transparente e aberta, sempre pautado nos indicadores epidemiológicos e no risco sanitário apresentado por cada atividade".

Ainda segundo a PBH, embora estivesse na mesa de negociações na última semana, a Abrasel "optou pela judicialização".

"Entendemos como um caminho legítimo, mas excludente em relação ao processo negocial. Ao assumir essa postura de ruptura, a opção pelo caminho judicial foi feito pela entidade", completa a nota.

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais