Carregando...

Economia

Alta nos supermercados: Associação alega aumento de preços em toda cadeia produtiva

Claret afirmou ainda que há um desajuste entre oferta e procura; a alta do dólar tem pressionado mercado interno, já que produtores têm preferido exportar os alimentos

Por Da redação

O preço do arroz, do óleo, e outros produtos da cesta básica, teve aumento significativo nos últimos dias nas gôndolas dos supermercados. Na tarde de hoje, o Rock News 98 conversou com o presidente executivo da Associação Mineira de Supermercados (AMIS), Antônio Claret Nametala.

Segundo Claret, esse problema não é exclusivo de Minas Gerais, mas vem ocorrendo no Brasil todo. Ele afirmou que os supermercados não estão aplicando margens aumentadas e o problema se deve a uma "dificuldade em relação à tabela de preços que vem sendo apresentada pelos fornecedores", que alegam alteração de preços em toda cadeia produtiva.

Claret afirmou ainda que há um desajuste entre oferta e procura. A alta do dólar tem pressionado mercado interno, já que produtores têm preferido exportar os alimentos.

Para evitar o desabastecimento, alguns supermercados estão limitando a compra de clientes. Segundo Claret, essa não é uma recomendação da AMIS. No entanto, essa medida de controle é estabelecida em lei para tentar equilibrar a distribuição de produtos.

Claret afirmou ainda que o Ministério da Economia se prontificou a auxiliar os supermercados. Ontem, o governo decidiu zerar a alíquota do imposto de importação para o arroz, até 31 de dezembro deste ano. Segundo o presidente da AMIS, há previsão de importação do produto dos Estados Unidos.

Confira a entrevista completa:



Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais