98 Live - Logo
  1. News
  2. Economia
  3. Caixa suspende contas do auxílio emergencial por suspeita de fraudes

Caixa suspende contas do auxílio emergencial por suspeita de fraudes

O anúncio foi feito pelo presidente do banco nesta terça-feira

Por João Henrique do Vale - Economia21/07/2020
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

O presidente da Caixa Econômica Federal (CEF), Pedro Guimarães, afirmou, nesta terça-feira, que 'centenas de milhares' de contas poupança digital do banco, movimentadas pelo Caixa Tem e usadas para o crédito do Auxílio Emergencial, foram suspensas por suspeita de fraude.

De acordo com o executivo, as pessoas que tiveram a conta bloqueada terão que comparecer a uma agência da Caixa e comprovar sua identidade.

O presidente da Caixa afirmou que a origem das fraudes se deu no início dos cadastramentos do Auxílio Emergencial. Como muitas pessoas não possuíam celular, a Caixa permitiu que um celular abrisse mais de uma conta, o que foi o "cerne da fraude". "Temos as provas de que a grande maioria foram utilizadas por hackers. Mas algumas pessoas são pessoas honestas que foram penalizadas", afirmou Guimarães.

Ele apontou, no entanto, que os responsáveis já foram identificados, "e rapidamente serão penalizados". 

Por meio de nota, a Caixa afirmou que o aplicativo possui múltiplos mecanismos de segurança. "O baixo percentual de fraudes observado deve-se à engenharia social, em que são utilizadas informações, documentos e acessos dos próprios clientes. Assim, recomenda-se utilizar apenas os aplicativos oficiais da CAIXA e jamais compartilhar informações pessoais", afirmou o banco.

A Caixa orienta que os clientes do CAIXA Tem que receberem a mensagem “Procure uma agência da CAIXA com seu documento de identidade para regularizar seu cadastro”, devem seguir essa orientação para a regularização do acesso e conta.