98 Live - Logo
  1. News
  2. Economia
  3. CDL/BH defende retomada do comércio “de maneira segura e com responsabilidade”

CDL/BH defende retomada do comércio “de maneira segura e com responsabilidade”

Presidente da CDL/BH, Marcelo de Souza e Silva, pediu mais diálogo com a Prefeitura

Por Lucas Rage - Economia28/04/2020
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

A Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH) se posicionou sobre a retomada de atividades do comércio da capital. 

A pauta foi tema de entrevista com o presidente da entidade, Marcelo de Souza e Silva, durante o Central 98 desta terça-feira (28). Segundo o presidente da CDL/BH, a retomada da economia é essencial, mas deve ser feita com responsabilidade.

“Queremos fazer uma reabertura do comércio de forma segura  e responsável temos que cuidar de vida e não podemos esquecer de manter as empresas e gerando os empregos. O comércio é responsável por 73% PIB, e por 1,5 milhões de empregos.”, afirmou.

Em fala à Rádio 98, Silva pediu mais diálogo por parte do prefeito Alexandre Kalil. “Nosso prefeito tem uma personalidade muito forte, e gosta de tomar decisão muito centralizante, sem uma discussão muito ampla, mas a gente espera que isso aconteça agora”, disse.

“O poder da caneta continua sendo do prefeito Kalil, ele continua sendo o responsável pela cidade. A gente (CDL) quer nessa discussão levar argumentos e levar formas de trabalho diferenciados, como apoio a essa forma de trabalho diferenciada, para que a gente possa retomar o comércio da nossa cidade. Esse é um pedido de muita gente”, completou.

Em decreto publicado hoje, a Prefeitura de Belo Horizonte criou um grupo para analisar a reabertura do comércio, fechado devido à pandemia da Covid-19. 

Segundo o secretário municipal de planejamento, André Reis, o grupo vai conversar com comerciantes e entidades de classe para estabelecer critérios de reabertura. A intenção inicial é tentar escalonar horários de transporte público e intercalar horários de abertura nos comércios.

Para o presidente da CDL/BH, a publicação do decreto acontece com atraso. “Estávamos esperando [a publicação] na semana passada. Perdemos uma semana que poderia ter sido usada em discussões. Vamos esperar que esse comitê se reúna o mais rápido possível”, afirmou.

Veja a íntegra da entrevista com o presidente da CDL/BH: