Carregando...

Economia

Vendas do dia dos pais superam expectativa do comércio em BH

Os setores que mais venderam foram os de cama, mesa e banho, vestuário, perfumaria, móveis, veículos e calçados. Lojistas esperavam queda de 40%, mas as vendas caíram 25% em relação a 2019

Por Marcello Oliveira

Os lojistas de Belo Horizonte puderam respirar mais aliviado após os resultados das vendas do dia dos pais terem superado as expectativas do setor. O faturamento total do comércio de BH foi 25% inferior ao mesmo período do ano passado, mas ainda assim melhor do que o esperado, que era uma queda de 40%. Os números foram divulgados nesta segunda-feira (10) pelo presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL-BH), Marcelo de Souza e Silva.

Os números mais otimistas só foram possíveis, segundo Silva, por causa da autorização para a abertura do comércio de rua e shoppings entre quinta-feira e o último sábado, mas também o bom resultado é reflexo da adaptação dos comerciantes aos meios online de vendas. 

Os setores que mais venderam foram os de cama, mesa e banho, vestuário, perfumaria, móveis, veículos e calçados.

Futuro

Apesar do otimismo do comércio com a abertura parcial, o futuro ainda é incerto. Uma reunião com o Ministério Público deve acontecer ainda esta semana e o presidente da CDL diz esperar bom senso para que o comércio possa continuar abrindo com regularidade e espera também que os sábados sejam garantidos por cauda do grande volume de pessoas que buscam o comércio neste dia. 

"A entidade entende que não é necessário neste momento que Belo Horizonte faça a adesão ao programa Minas Consciente, uma vez que esta medida pode paralisar o processo de reabertura do comércio iniciada nesta semana na capital", disse a CDL/BH, em comunicado à imprensa .

De acordo com o decreto da PBH publicado no dia 05, poderão abrir a partir de quarta-feira todo o comércio varejista que não foi contemplado na fase de controle, como lojas de rua, centro de comércio e galerias, atacadistas da cadeia do comércio varejista da Fase 1, incluindo vestuário, de quarta a sexta-feira , entre 11h e 19h. Cabeleireiros e manicures poderão abrir de quinta a sexta entre 11h e 20h e aos sábados , entre 09h e 17h. 

Praças de alimentação de shoppings funcionarão apenas para Delivery ou retirada no local de quarta a sexta-feira entre 12h e 20h. Já as atividades nno formato drive-in estão liberados de sexta a domingo entre 14h e 23h.

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais