98 Live - Logo
  1. News
  2. Educação
  3. Aulas da rede estadual de Minas voltam na segunda-feira de forma não presencial

Aulas da rede estadual de Minas voltam na segunda-feira de forma não presencial

Após quase um mês sem atividades, os alunos da rede estadual poderão acompanhar aulas pela televisão e pela internet; confira os detalhes do programa

Por João Henrique do Vale e Fernando Motta - Educação13/05/2020
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

Foto: Wilson Dias / Agência Brasil

As aulas da rede estadual de ensino de Minas Gerais irão retornar de forma não presencial na próxima segunda-feira (18). A Secretaria de Estado de Educação criou um conjunto de ferramentas para os estudantes e professores. Em todo território mineiro, são aproximadamente 1,7 milhão de estudantes sem aulas há quase um mês.

A primeira delas já está disponível. Foram disponibilizadas apostilas, chamadas de Planos de Estudos Tutorados, com conteúdo das disciplinas que será desenvolvido ao longo do período. O material trará o conteúdo teórico e atividades para serem feitas ao longo das semanas e deverá ser baixado no site: estudeemcasa.educacao.mg.gov.br. Já os alunos que não têm acesso à internet, receberão o material impresso.

Na segunda-feira, estreia o programa “Se Liga na Educação”, que vai exibir aulas que serão transmitidas pela Rede Minas, de segunda a sexta-feira, nos dias úteis, de 7h30 a 12h30. As aulas vão priorizar os conteúdos que os alunos têm mais dificuldades e, além disso, uma hora da programação será transmitida ao vivo, permitindo que os estudantes possam interagir e tirar dúvidas.

A terceira ferramenta é o aplicativo para dispositivo móvel Conexão Escola. Na plataforma, alunos e professores terão acesso as apostilas e ainda poderão encontrar as aulas já exibidas no programa “Se Liga na Educação”. O aplicativo está disponível na Google Play Store e, em breve, estará também da Apple Store. A navegação no Conexão Escola será paga pelo estado, não descontando do plano de dados. 

Retorno presencial

Em entrevista coletiva nesta tarde, a secretária de Estado de Educação, Julia Sant'Anna explicou que as atividades presenciais ainda não têm data para acontecer.

Provas só depois da pandemia

A secretária de Educação, Julia Sant'Anna, explicou que as avaliações de desempenho dos estudantes serão realizadas no retorno presencial das atividades.

Atenção aos deficientes

Nas transmissões, haverá linguagem de sinais. Também será disponibilizado material em braile.

Calendário

Segundo a secretaria de Educação, ainda não há definição sobre o calendário letivo e se ele será estendido durante o período de férias. O governo vem trabalhando com o objetivo de contemplar a carga horária de 800 horas anuais, estipulado pelo Ministério da Educação (MEC). As aulas não presenciais já estarão sendo contabilizadas como carga horária.