Carregando...

Educação

Entenda como será o modelo de ensino 2 anos em 1 nas escolas de BH

Alunos receberão roteiro de aprendizagem e deverão entregar atividades em um prazo determinado

Por Da redação

As aulas do ensino municipal de BH retornam de forma remota no dia 1º de fevereiro com objetivo de cumprir a carga horária e objetivos de aprendizagem de dois anos em um. A determinação foi publicada no Diário Oficial do Município, e se adequa à pandemia da Covid-19 no município.

O Central 98 desta quarta-feira conversou com a secretária Municipal de Educação de BH, Angela Dalben, que disse que o ano terá 1600 horas que representam o "direito de aprendizagem" dos alunos.

A secretária explicou que os estudantes irão realizar atividades não presenciais previstas em um roteiro. As tarefas poderão ser cumpridas tanto por meio digital quanto impresso, dependendo da necessidade de cada estudante.

Segundo ela, as escolas terão roteiros de estudos que serão enviados aos alunos, que deverão realizar as atividades em um prazo determinado. As tarefas podem ser entregues de 15 em 15 dias ou até semanalmente, conforme definição de cada instituição de ensino.

"Nós estamos trabalhando uma forma de atender bem cada estudante, introduzindo também tecnologias digitais já que a gente percebeu que vamos precisar ter alternativas de ensino de distância ainda por um longo tempo", diz.

Volta às aulas presenciais

Segundo a secretária, a ciência tem orientado as decisões da Prefeitura de Belo Horizonte e ainda não há possibilidade de se pensar um retorno presencial das atividades.

"Quando pensamos num retorno presencial, nós pensamos também que dentro desse grupo de crianças, nós temos também professores e familiares das crianças e servidores. A gente não fala só da criança. As escolas estão sendo adaptadas para o retorno presencial assim que seja possível pra nós, nós desejamos esse retorno. Acontece que não é possível agora", avalia.

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais