98 Live - Logo
  1. News
  2. Educação
  3. Secretária diz que apostilas estão sendo corrigidas e nega modelo excludente

Secretária diz que apostilas estão sendo corrigidas e nega modelo excludente

Júlia Sant'Anna afirmou que foram feitos cerca de 50 ajustes nas 2 mil páginas dos conteúdos; disse ainda que celulares e computadores não são obrigatórios no modelo

Por Fernando Motta - Educação11/06/2020
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

A secretária de estado de Educação, Júlia Sant’Anna, participou do Central 98 na manhã desta quinta-feira (11) e respondeu as críticas apontadas ontem pela deputada estadual Beatriz Cerqueira sobre o ensino não-presencial na rede estadual.

Segundo as denúncias da deputada, a modalidade têm sido alvo de críticas por parte de professores, pesquisadores, pais e alunos que apontaram problemas como falta de internet e sinal de TV para parte dos estudantes e erros no material didático enviado pelo governo aos alunos.

Sant'Anna disse que o material foi preparado "de forma muito rápida por profissionais muito competentes, que viraram noites preparando esse material complementar ao livro didático que o aluno já tem em casa".

Sobre os erros, ela disse que já há um canal aberto para solucionar os problemas. Segundo ela, já foram feitos cerca de 50 ajustes nas 2 mil páginas dos conteúdos. "Já tínhamos um canal aberto para recepção de qualquer ajuste, qualquer complementação que fosse necessária, sabedores de que nesse momento ia ser muito difícil fazer um material perfeito", avaliou.

Em referências às denúncias de que o modelo seria excludente pois exigiria celulares e computadores, a secretária afirmou que os dispositivos não são obrigatórios e que a secretaria já distribuiu mais de 400 mil apostilas impressas.

Confira a entrevista completa: