98 Live - Logo
  1. News
  2. Esporte
  3. Advogado do Cruzeiro mostra preocupação com prazos para quitação de dívidas

Advogado do Cruzeiro mostra preocupação com prazos para quitação de dívidas

“O problema são os grandes processos, esses começam a vencer em maio.”

Por Da redação - Esporte17/04/2020
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

Foto: Rádio 98FM

O Cruzeiro vive uma grave crise financeira que pode se agravar ainda mais no próximo mês. Isso porque em maio devem chegar as cobranças das dívidas referentes às ações na FIFA contrárias ao clube mineiro.

No evento de lançamento da tabela do Campeonato Mineiro, uma declaração do presidente do Conselho Gestor, Saulo Froes, causou espanto. Na ocasião, ele disse que a Raposa teria até o dia 1 de abril para pagar uma dessas cobranças e que o valor chegaria a 10 milhões de reais. Porém, em outra entrevista, Saulo admitiu o engano e disse que o prazo para a quitação da dívida era maior.

Ontem, o repórter Adroaldo Leal conversou com o advogado e Superintendente Jurídico do Cruzeiro, Kris Brettas, e ele disse o seguinte: “ Pagamos praticamente todos os meses alguma parcela de Mecanismos de Solidariedade ou até mesmo custas FIFA. São valores pequenos no contexto. O problema são os grandes processos, esses começam a vencer em maio.”

Esses grandes processos aos quais se referem o Superintendente Jurídico do clube, são os do Al-Whada dos Emirados Árabes Unidos (pelo empréstimo do Denílson) e do Zorya da Ucrânia (pela negociação envolvendo o William do Bigode).

Com atualizações feitas nos valores, desde a época da divulgação das dívidas, as duas cobranças já ultrapassam a casa dos 10 milhões de reais citados anteriormente por Saulo Froes. A situação se complica ainda mais, pela falta de dinheiro em caixa nos cofres celestes e pela diminuição considerável na entrada de receitas devido à paralisação do futebol em tempos de pandemia da Covid-19.