98 Live - Logo
  1. News
  2. Esporte
  3. América goleia o Vitória e praticamente garante o acesso à Série A

América goleia o Vitória e praticamente garante o acesso à Série A

O América venceu o Vitória, por 4 a 0, no Independência, se manteve na liderança do Brasileirão da Série B, e praticamente garante o acesso à Série A

Por Vinícius Silveira - Esporte09/01/2021
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

Foto: Mourão Panda/América

O América venceu o Vitória, por 4 a 0, no Independência, e se manteve na liderança do Brasileirão da Série B. Os gols americanos foram marcados por Rodolfo, Messias e Neto Berola, duas vezes.

Com o resultado, o América chegou aos 66 pontos, três a mais que a líder, Chapecoense, e praticamente garantiu o retorno à Série A. De acordo com as projeções matemáticas da UFMG, o Coelho precisava do mesmo número de pontos somados após a vitória de hoje.

Ainda que tenha chegado ao número de pontos necessários pelas projeções, matematicamente, o América garantirá o retorno à primeira divisão com mais um empate nos próximos cinco jogos. O Juventude, quinto colocado, tem 52 pontos, 14 a menos que o Coelho.

AMÉRICA DOMINA DESDE O PRIMEIRO MINUTO

Desde o primeiro minuto, o América dominou o jogo. Com bons passes e movimentação intensa em todos os setores, o Coelho não deu chances ao Vitória. Mesmo com a boa participação do time americano, o Vitória não jogava bem. Dava muitos espaços e não sabia o que fazer quando tinha a posse da bola, tornando o jogo cada vez mais fácil.

Aos 19 minutos, o América abriu o placar. Ademir cruzou muito bem e a bola foi na cabeça do artilheiro Rodolfo, que tirou o zero do placar. O Coelho trabalhava muito bem pelos dois lados do campo, com Ademir pela direita e Felipe Augusto pela esquerda, além do apoio dos laterais.

Aos 37 minutos, Sávio escapou pela esquerda e sofreu penalidade máxima de Guilherme Rend. Dois minutos depois, Messias encheu o pé direito na bola e balançou as redes.

AMÉRICA TORNA O JOGO AINDA MAIS TRANQUILO

No segundo tempo, o América seguiu com ampla superioridade. Com boa troca de passes, tinha objetividade e trabalhava muito bem em campo. O Vitória parecia entregue ao jogo, sem pressionar ou dar trabalho a defensiva americana.

A superioridade do América foi tanta, que o Coelho reduziu a intensidade do jogo, mas sem perder o controle da partida. Percebendo a queda, o técnico Lisca colocou Neto Berola e Geovane, sacando Ademir e Alê. Com as mexidas, manteve a bola atuação e deu velocidade nos contra-ataques.

Faltava muito pouco para o América ampliar a dar o desfecho ao jogo. Coube a Neto Berola, aos 42 e aos 45 minutos, encerrar o placar e a goleada americana.