98 Live - Logo
  1. News
  2. Esporte
  3. América vence CSA e retorna ao G-4 do Brasileirão da Série B

América vence CSA e retorna ao G-4 do Brasileirão da Série B

Os gols do América foram marcados por Luciano Castan (contra) Messias.

Por Vinícius Silveira - Esporte02/09/2020
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

O América retornou ao G-4 da Série B do Brasileirão. O Coelho venceu o CSA por 2 a 1, no Independência, confirmando a terceira vitória seguida no campeonato.

Os gols do América foram marcados Luciano Castan (contra) e Messias. Rodrigo Pimpão descontou para o CSA. Na próxima partida, o Coelho vai enfrentar o Sampaio Corrêa, em São Luís. O CSA receberá o Confiança, no Estádio Rei Pelé.

AMÉRICA DOMINA O PRIMEIRO TEMPO

No primeiro tempo, o América mostrou ser efetivo durante quase todo o tempo. O time trocou passes com acerto e finalizou fazendo o goleiro Bruno Grassi trabalhar.

O CSA limitou-se a ficar na defesa esperando a chance do contra-ataque. No entanto, a forte marcação do América não permitia que o time alagoano tentasse alguma investida.

Apesar da intensidade do América, o primeiro gol do Coelho foi contra. O zagueiro Luciano Castan e o goleiro Bruno Grassi não se entenderam no lance, e o defensor do CSA, na tentativa de recuar para Grassi, cabeceou a bola por cobertura, sem dar chances de defesa.

No restante do primeiro tempo, o América manteve a posse da bola, mas sem a mesma ofensividade que tinha antes de marcar o gol.

CSA EMPATA, MAS AMÉRICA CONQUISTA A VITÓRIA

No segundo tempo, o CSA passou a ser mais ofensivo, adiantando as linhas no campo, enquanto o América não teve oportunidades de responder.

Aos quatro minutos, veio o empate do CSA. Rafinha pegou a bola na esquerda e fez o cruzamento. O atacante Rodrigo Pimpão subiu entre Eduardo Bauermann e Messias e completou de cabeça para as redes.

O América chegou a sentir o gol, mas logo voltou a ter o controle na partida e desempatou o jogo. Aos 14 minutos, João Paulo bateu a falta e Bruno Grassi espalmou. Na sobra, Messias pegou de primeira, com a perna direita e balançou as redes.

O gol do América trouxe mais tranquilidade ao América, que dominou o restante do jogo, criando oportunidades de gol e fazendo o goleiro Bruno Grassi trabalhar em alguns momentos até o final da partida.