98 Live - Logo
  1. News
  2. Esporte
  3. Atlético falha na pontaria, empata com o Sport e perde chance de assumir liderança

Atlético falha na pontaria, empata com o Sport e perde chance de assumir liderança

Atlético esbarra nas chances perdidas e não sai do 0x0 com o Sport, no Mineirão. Com o resultado, a equipe segue na terceira colocação.

Por Guilherme Souza - Esporte24/10/2020
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

Foto: Pedro Souza/Atlético

Atlético e Sport entraram em campo na noite deste sábado (24), no Mineirão, em partida válida pela décima oitava rodada do Campeonato Brasileiro Série A.

As duas equipes empataram sem gols no Gigante da Pampulha. Com o resultado, o Atlético se mantém na terceira colocação, com 32 pontos. O Sport é o décimo primeiro, com 21.

Na próxima rodada, o Sport recebe o Athletico/PR no domingo (1), às 16h, na Ilha do Retiro. O Atlético, por sua vez, joga na segunda-feira (2), às 17h, no Alianzz Parque, contra o Palmeiras.


PRIMEIRO TEMPO

Como é característico em jogos em casa, o Atlético começou encurralando o adversário e ganhando espaço no campo ofensivo. As jogadas nasciam pelos lados, com Keno e Savarino, que alternavam e municiavam os companheiros.

Com ampla posse de bola, o alvinegro ditava o ritmo de jogo. No entanto, sem muita objetividade.

Quando conseguia acertar o alvo, o Atlético parava na ótima exibição de Luan Polli. Aos dezenove minutos, o arqueiro fez uma grande defesa no chute de Keno.

O time pernambucano, por sua vez, era um franco atirador, como se esperava e ficou retraído durante quase toda a primeira etapa. As tímidas descidas aconteciam pelo lado esquerdo, apostando em Thiago Neves, que era inoperante.  

Os constantes erros de passes da equipe atleticana enlouqueciam o técnico Jorge Sampaoli.

A grande chance da primeira etapa veio no final, quando Márcio Araújo vacilou, e Keno saiu cara a cara com Luan Polli. Na primeira finalização, o goleiro salvou. A segunda foi pra fora, de forma incrível.


SEGUNDA ETAPA

Se o ataque contra defesa era claro na primeira etapa, na segunda ficou ainda mais evidente a superioridade atleticana. No entanto, como aconteceu em diversos jogos do campeonato, o Atlético tropeçava nos seus próprios erros, os de finalizações.

Aos doze minutos, em chegada com velocidade pelo meio, no bate e rebate Franco faz a finalização e Luan Polli defende a queima roupa com os pés. Na sequência, Keno finalizou pela direita e o goleiro salvou novamente.

Jorge Sampaoli tentou dar  criatividade ao time, promovendo a estreia do argentino Matías Zaracho. O meia até que tentou em jogadas individuais, mas não encontrava alguém para o último toque.

O Galo chegou a marcar, aos trinta minutos, com Marrony. Mas o árbitro assinalou um toque de mão de Nathan ao fazer o domínio da bola.

No fim da partida, o Leão da Ilha conseguiu dois contra-ataques que foram interrompidos com faltas. Em ambas as cobranças de Junior Tavares, a bola se perdeu pela linha de fundo, sem qualquer perigo.