Carregando...

Esporte

Atlético tem sentença favorável contra empresa de material esportivo

A Filon Confecções produzia os uniformes do Atlético quando o clube vestia uniforme com a marca Puma, entre 2014 e 2016

Por Vinícius Silveira

Foto: Bruno Cantini/Atlético

Em curso na 34ª Vara Cível de Belo Horizonte, o Atlético teve sentença favorável em processo movido contra a Filon Confecções. A empresa foi condenada a pagar o valor corrigido de R$ 605.011,62. A decisão cabe recurso e a informação foi passada pelo vice-presidente do Atlético, Lásaro Cândido.

O processo está em curso na Justiça Comum desde 2019, quando o Atlético alegou que a Filon deixou de pagar R$ 487 mil de um acordo feito com a empresa. Os valores foram corrigidos e a juíza Raquel Bhering Miranda julgou procedente a ação movida pelo Atlético.

"Assim, nos termos do art. 487, I do CPC, JULGO PROCEDENTES os pedidos contidos na exordial para condenar à requerida a pagar ao autor a importância de R$487.798,60, referente as parcelas inadimplidas da renegociação da dívida (royalties e débito trabalhista), quantia esta que deverá ser corrigida monetariamente pelos índices fornecidos pela egrégia Corregedoria Geral de Justiça e acrescida de juros de mora à base de 1% (um por cento) ao mês, ambos a incidir desde o vencimento de cada parcela".

A Filon Confecções produziu os uniformes do Atlético entre fevereiro de 2014 e janeiro de 2016. Na ocasião, ficou acordado o pagamento mínimo de R$ 2 milhões em quatro parcelas de R$ 500 mil, mas a empresa não quitou o último débito. Após renegociação, ficou acertado a quitação de R$ 779.241,43 em seis vezes de R$ 129.873,57, porém só foram pagas as três primeiras, ficando em aberto R$ 487 mil. Em 2016, após o vencimento do contrato, o Galo passou a ter os materiais esportivos fabricados pela Dryworld

Enquete

Carregando...

Colunistas

Carregando...

Podcasts

Carregando...

Saiba mais