98 Live - Logo
  1. News
  2. Esporte
  3. Atlético vence o Atlético/GO e reduz distância para o líder

Atlético vence o Atlético/GO e reduz distância para o líder

Com um ritmo intenso na primeira etapa, o Atlético venceu o Atlético/GO sem sustos e reduziu a diferença para o líder.

Por Guilherme Souza - Esporte17/01/2021
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

A noite de domingo foi de duelo dos Atléticos. O Galo e o xará Goianiense mediram forças no Mineirão, em partida válida pela trigésima rodada do Campeonato Brasileiro da Série A.

Com gols de Hyoran, Junior Alonso e Jair, o Atlético venceu o Atlético Goianiense por 3x1. Janderson diminuiu o prejuízo para os goianos.

Com o resultado, o Galo chegou a 53 pontos, reduzindo a diferença para quatro pontos em relação ao líder São Paulo, com uma partida a menos em relação ao Tricolor Paulista.


PRIMEIRO TEMPO AVASSALADOR

Com uma primeira etapa fulminante, o Atlético imprimiu um ritmo forte e não deu qualquer chance para o Dragão. Savarino, com grande exibição, ditava o ritmo e era o responsável por municiar os homens de frente.  Aos seis minutos, a primeira chance. Vargas arriscou de fora da área e a bola passou muito perto.

 Aos onze minutos, Savarino cruzou pelo lado direito e Jean pulou para impedir o gol alvinegro, que parecia maduro.

E não é que estava mesmo! Dois minutos depois, Hyoran pegou rebote de fora da área e acertou o ângulo direito de Jean, marcando um golaço.

A pressão continuou. Pouco tempo depois, aos dezessete, Hyoran arriscou de fora da área e a bola levou muito perigo. O Atlético empilhava chances criadas em decorrência da intensidade e do volume de jogo. Aos vinte e dois, Vargas saiu cara a cara com Jean, mas acabou chutando em gol do goleiro. O Atlético/GO, por sua vez, apostava em descidas rápidas pelo lado esquerdo. Em uma das tentativas, Wellington Rato carregou a bola e cruzou com muito perigo. Everson, em uma providencial intervenção, mandou para escanteio.

Mas, de tanto martelar, pouco tempo depois, o Atlético chegou ao segundo gol. Savarino cobrou falta com maestria e Junior Alonso subiu mais que todo mundo para ampliar o marcador. Antes da primeira etapa terminar, Hyoran ainda apareceu livre na segunda trave e cabeceou pra fora, perdendo uma ótima chance.


SEGUNDO TEMPO CONSERVADOR

No início da segunda etapa, o Atlético não tirou o pé do acelerador e seguiu pressionando a defesa do time rubro-negro. No entanto, com um ritmo menos intenso.

A primeira chance criada veio com Allan, que arriscou de trivela, da entrada da área, e quase surpreendeu Jean.

O Atlético/GO ensaiava uma reação e após excelente finalização de Zé Roberto, Everson fez mais uma bela defesa. O troco veio com Keno, que pegou de primeira após cruzamento e obrigou Jean a mandar pra escanteio. A noite era mesmo alvinegra, se não foi com Keno, foi com Jair. O volante subiu mais que todo mundo após a cobrança de escanteio e garantiu a vitória atleticana. Depois do terceiro gol, o Galo se deu por satisfeito, afrouxou a marcação e trouxe o time goiano para o seu campo. Aos vinte e seis minutos, de frente para o gol, Marlon Freitas desperdiçou uma grande chance, frente a frente com Everson.

Aos vinte e nove, o que já parecia certo, aconteceu. O Atlético/GO achou o seu gol de honra. Após grande jogada de Wellington Rato pela esquerda, ele achou Janderson na área, que empurrou para o fundo das redes. O Dragão ainda perdeu uma oportunidade com Danilo Gomes, que arriscou e assustou Everson. A bola passou muito perto da meta atleticana. Mas foi só.