98 Live - Logo
  1. News
  2. Esporte
  3. Atlético vence o Patrocinense no Independência e segue 100% no Mineiro

Atlético vence o Patrocinense no Independência e segue 100% no Mineiro

Com gols de Igor Rabello, Vargas e Marrony, o Atlético derrotou o Patrocinense no Independência e chegou à quarta vitória no Estadual.

Por Guilherme Souza - Esporte13/03/2021
  • whatsapp
  • facebook
  • twitter

Foto: Pedro Souza/Atlético


Patrocinense e Atlético se enfrentaram na tarde deste sábado (13), no Independência, em partida válida pela quarta rodada do Campeonato Mineiro. O duelo aconteceu na capital mineira em função das medidas restritivas em Patrocínio, que está na onda roxa de combate a COVID-19.

O Galo levou a melhor vencendo por 3x1. Os gols foram anotados por Igor Rabello, Eduardo Vargas e Marrony. Alisson diminuiu para a equipe do interior. Com o resultado, o Atlético manteve o 100% de aproveitamento e segue na liderança com 12 pontos.

O alvinegro voltará a campo na próxima sexta-feira (19), às 21h30, diante do Coimbra, no Mineirão. O Patrocinense visitará o Athletic, em São João Del Rei, no sábado (20), às 15h.

COMANDO DE ATAQUE MODIFICADO

Com uma pequena lesão muscular na coxa direita, o atacante Diego Tardelli, titular na partida com o Uberlândia, foi cortado da partida. O substituto escolhido por Lucas Gonçalves foi o chileno Eduardo Vargas, que se reapresentou antes do grupo que jogou o Campeonato Brasileiro até o final.

 SUSTOS NO PATROCINENSE

Aos vinte e nove minutos da primeira etapa, o lateral-esquerdo Caíque se chocou com o atacante Vargas e levou a pior. Ele foi atendido no gramado e retirado do estádio de ambulância. Nove minutos depois, Hulk passou por Casinha, que ficou no chão – o jogador do Patrocinense se machucou sozinho no lance e deixou a partida. 

APOSTA EM HULK NA PRIMEIRA ETAPA

O Atlético começou ditando o ritmo do jogo, contudo, esbarrava na falta de capricho do último passe. As jogadas dos alvinegro passavam pelos lados com Hulk pela direita e Dodô pela esquerda. As jogadas buscavam Vargas, que era a referência ofensiva.

O Patrocinense, por sua vez, apostava em descidas rápidas. Em uma delas, após bobeira de Gabriel, Íkaro finalizou da entrada da área e Rafael defendeu. A resposta veio com Hulk, que em jogada individual, soltou a bomba e obrigou Thiago Passos a espalmar.

Pouco tempo depois, o Atlético desperdiçou outras duas oportunidades. Hulk cabeceou firme após cobrança de escanteio e Thiago salvou. Na segunda, após contra-ataque rápido, Vargas recebeu na área e finalizou pra fora.

O gol estava amadurecendo e veio com Igor Rabello. Calebe cobrou falta na segunda trave, Gabriel ajeitou para o companheiro de zaga, que só cumprimentou as redes, abrindo o marcador.

 JOGO ABERTO NA SEGUNDA ETAPA

Se na primeira etapa as duas equipes fizeram uma partida cadenciada, no segundo tempo os gols saíram. Logo no primeiro minuto, após cochilo da defesa de Patrocínio, Eduardo Vargas roubou e chutou da entrada da área, ampliando o marcador. Dois minutos depois, após jogada ensaiada na cobrança de falta, o zagueiro Alisson se redimiu da falha no gol de Vargas e cabeceou firma para diminuir.

No entanto, os mandantes tiveram pouco tempo para comemorar. Aos nove minutos, em jogada pela esquerda, Marrony finalizou forte e a bola foi no cantinho de Thiago Passos.

Na reta final da segunda etapa, Dodô roubou a cena e por duas vezes esteve perto do primeiro gol com a camisa atleticana. No primeiro lance, o lateral limpou o marcador e finalizou - a bola acabou se perdendo pela linha de fundo. Em seguida, após cobrança de falta da intermediária, Dodô dificultou a vida de Thiago Passos, que fez ótima defesa.